Bella



Cheguei na segunda-feira, dia 20. No dia seguinte, hesitei, fui para o mundo. Voltei na quarta, dia 22. Acho que vou ficar. Ganhei colo, comida, cafuné. É verdade que me espetaram e cortaram minhas unhas - e andam falando em me castrar. No entanto, acho que vai valer a pena. A menina é linda e sorri para mim o tempo todo. Começaram a me chamar de Bella. Não tenho certeza se posso confiar no peludo que cheirou minhas coisas. Na dúvida, mostrei que também tenho dentes. Ele parece tranquilo, mas vou esperar um pouco antes de dar muito espaço. Nunca se sabe. O moço grande me deixa dormir no colo dele. A moça grande diz que sou linda e me dá comida. O menino disse que posso ficar. Eu quero. Acho que agradei senhor, senhora, senhorio. Além do mais, as pulgas sumiram, e nunca foi tão fácil achar comida. Num pote! Fiquei.   

1 comentários:

Kari disse...

Esse texto me deixou um pouco emotiva. Que sorte que essa senhorita teve! Ganhou abrigo, comida, família. E que texto apaixonante na perspectiva da felina. Que mais anjos tenham a mesma sorte ❤

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }