Firme


Vejo os galhos mais claros e acho que precisa de mais água. Vejo os muitos galhinhos novos e acho que tá tudo bem. Ela recebe bastante luz, mas vive solitária num canto da garagem. Devo transferi-la para o quintal onde poderá conversar com as amigas. Acho que seria mais adequado a quem foi plantada por Tia Maria, ela que adorava uma conversa. Ontem, dia 06,  Tia Maria teria feito 88 anos. Ainda seria fofinha. Ainda faria seus doces de mamão? Não sei. Palavras cruzadas? Certamente. E com toda certeza desse mundo ainda cuidaria de suas plantas. Como cuidou dessa que eu trouxe pequenina para minha casa depois de sua morte, há quase seis anos. Tia, o vaso tá torto, eu sei. Mas vamos manter o foco: os galhinhos novos, bem firmes, são meu afeto por você, a lembrança de nossa história. Firme. 


 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }