To the shining boy


O elogio que ouvi sobre você essa semana falava de um menino que não aceita respostas pela metade ou explicações que não convencem. Falava de alguém que rejeita os "porque sim". Conheço esse menino. Reconheço sua curiosidade e admiro a insistência que só se satisfaz quando a resposta realmente... responde. 

O que admiro mesmo nesse menino, com força, é um senso de justiça em construção que me dá mostras da pessoa bonita que tá se formando. Admiro o protesto que ele faz quando percebe certos descasos, a veemência com que defende aquilo que acredita ser o certo. Mesmo quando reconhece que não se pode esperar pelo que é perfeito, ele fala pelo que acha ser o mais justo. Admiro muito.

E é muito bom quando a admiração cresce numa relação que já é inteira feita de amor. Aí vai crescendo tudo junto, como os bolinhos dentro do forno. O fermento é isso tudo que nos envolve, o respeito, a torcida pelo sucesso, o ombro na hora do choro, o band-aid na hora da queda, a risada na piada, o beijo todo dia, a música cantada junto, a saudade quando você almoça no colégio, sua vontade de ajudar. É verdade que essa receita já deu certo, e que vou te amar até o último segundo de minha vida, mas a gente segue cuidando porque amar é assim. 

Você tá fazendo onze anos. Vou aqui dando meu jeito pra me despedir aos poucos de sua infância, não repare se meus abraços forem ficando cada dia mais demorados. 

Onze anos.

Preciso te contar um segredo: nem todas as respostas são possíveis do jeito que você gosta, explicadinhas. A vida nos dá alguns quadros sem molduras; outros, é a gente quem pinta. Acontece que não precisamos de todas as respostas, você vai ver. E pintar o mundo à medida que caminhamos por ele é uma arte das mais valiosas, vamos por aí construindo algumas respostas também.

O que desejo para você em seu aniversário é tudo aquilo que colocar seu sorriso em seu rosto.  Das pinturas que ganhei na vida, Arthur, essa é a que mais brilha.

The shining boy.

Feliz aniversário, seu lindo. 
Te amo muito.

0 comentários:

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }