Para ver melhor


Então existe o projeto luneta. Minha filha quer uma luneta de presente de aniversário. Como ela só aniversaria em setembro, batizei o pedido de projeto luneta. Tenho um tempinho bom aí pra pesquisar não apenas preço, mas também.. tudo. Como se compra uma luneta? Quais os critérios? Que marcas são confiáveis? Que lojas ou sites? Qual o alcance? Esta última pergunta refere-se ao alcance real da luneta, não ao alcance que minha filha espera dela - se perguntar o que ela espera ver, dirá "galáxias distantes", como a Sombreiro aí da foto. Aos poucos vou dando a real, mas pra isso preciso saber qual é a real. 

Entre o binóculo que ela usa para procurar passarinhos no acampamento e o Hubble, como escolher?

A 28 milhões de anos-luz. Ali na esquina. 

Alguém conhece alguém que conhece alguém que pode me ajudar?

(A culpa, claro, em grande medida, é do Neil deGrasse Tyson.)

5 comentários:

Renata Lins disse...

rá rá rá boa sorte aí, com o projeto-luneta. beijo!

Luciana Nepomuceno disse...

eu já olhei por uma luneta. isso é o que eu posso contribuir com o projeto :P

e, tá, tá, eu vou ver, pensa que eu não sei que faz parte da estratégia?

Tina lopes disse...

Rita, eu tive uma e não foi uma experiência legal. Nunca consegui fazer focar direito. Era um equipamento amador demais pra cientistas e cientista demais para leigos. Tente garantir uma boa orientação.

Juliana disse...

Eu fui no planetário com as crianças da escola dia desses e me lembrei daquele dia em que a gente viu um planeta e a lua. Lembra?

Rita disse...

Tina, é bem esse o motivo do "projeto" - eu sei que não é só olhar gostar e comprar. Tem de ser com orientação certinha mesmo. Mas quem, quem?

Ju, claaaro que lembro! Foi Saturno e a Lua. Amanda viu até pegadas... lembra? ;-)

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }