Tanta estrada


"A saga do Homo sapiens, e sua interminável peregrinação por esse planeta, os fascinantes enigmas da Explosão Criativa do Paleolítico Superior e como tudo isso desemboca no modo de vida que cultivamos até hoje se revelam ao leitor em cada página." - R.T.Aguiar

Essas palavras extraídas da apresentação de Assim Caminhou a Humanidade (organizadores W.A.Neves, M.J.R.Júnior e R.S.S.Murrieta, Ed. Palas Athena) são um bom resumo da ópera. Um livro acadêmico escrito em linguagem acessível  aos leigos que se encantam com as maravilhas da Ciência. Encontrei nele uma maneira de relembrar as razões que fizeram de Darwin o cara, numa leitura sobre nossas origens, nossos parentes de antes de ontem, sobre a infinita aventura da evolução das espécies. Li como quem lia um romance. Cada capítulo me parecia mais empolgante mesmo sabendo o que esperar da "trama": o surgimento do Homo sapiens há cerca de 200 mil anos e seu posterior espalhamento pelo mundo. 

Em ordem cronológica, estão ali as principais etapas do processo evolutivo dos primatas. Os capítulos cobrem desde a época conhecida como Paleoceno, quando os dinossauros já haviam batido as botas, até o período Neolítico iniciado entre 12 e 9 mil anos antes da era cristã, quando organizações sociais já complexas começaram os longos processos que aos poucos moldaram as culturas humanas na Terra. Cada fase dessa aventura, num recorte que remonta ao surgimento dos primeiros primatas arcaicos, é mostrada sob a luz de estudos arqueológicos, antropológicos e genéticos, permitindo um entendimento interdisciplinar da história da evolução de nossa espécie. Desde a adoção da postura bípede por alguns primatas, passando pelos australopitecíneos e pelos vários integrantes do gênero Homo, até as intrigantes pinturas rupestres e a crescente domesticação de outras espécies animais e de plantas, tudo em Assim Caminhou a Humanidade é sublinhado pelas evidências colecionadas e investigadas sob a luz dos avanços científicos dos últimos séculos. O livro é ricamente ilustrado com fotografias de animais e fósseis, além de gráficos e tabelas para melhor visualização das transformações e da diáspora de nossos ancestrais - ou pelo menos das partes desse gigantesco quebra-cabeças que conseguimos montar até aqui.

Assim Caminhou a Humanidade é apresentado como o mais completo relato da evolução humana já escrito em língua portuguesa. Lançado recentemente, já em 2015, traz ao final de cada capítulo apontamentos sobre o que há de novo nas pesquisas relacionadas aos subtemas do livro - técnicas de datação de fósseis, teorias sobre os motivos que levaram à extinção do Homo naenderthalensis, as principais hipóteses sobre a linhagem evolutiva que resultou no Homo sapiens, as lacunas que ainda precisam ser investigadas etc.

É um livro acadêmico, se você quiser assim. Pra mim, é um encanto, uma história antiga e fascinante que ainda está sendo escrita. Recomendo com força.  

 

0 comentários:

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }