No meio do mato


Teve mato, correria, caminhada. Laguinho, peixinho, cachorro. Minhocas, cavalo, bola. Carne, canjica, pinhão. Vinho, papo, risadas. Fogueira, bandeirinhas, lua. Pão de queijo com doce de leite e cafezinho. Amigos e criançada. E foi só o primeiro dia. Férias, amore, você promete. 

Azamiga.

Uma flor.

Uma minhoquinha.

Uma lua.

Um sol.

"Quero ela pra mim."

Pocotó.

Pocotó.

A fogueira enorme queimou linda e aqueceu corações e mentes. Em casa limpamos o barro dos sapatos e guardamos nas gavetas legais os retratos desse sábado colorido de junho.  


0 comentários:

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }