Friendship Garden – and what Monet could make of it


Quando os ingleses descobriram ouro na Austrália, em meados do século XIX, os chineses integraram as ondas de imigrantes que tentaram fazer fortuna nessas bandas. Alguns encontraram ouro, muitos se depararam com o preconceito. Com o tempo, várias comunidades australianas investiram na melhoria da relação com os chineses, dando sinais de acolhimento e facilitando a imigração – especialmente no período que se seguiu à Segunda Guerra, quando a amizade e a economia precisavam de ajuda, sabem como é. O Chinese Garden de Sydney, em Darling Harbour, pertinho do centro da cidade,  foi um presente da China aos moradores daqui, em 1984. Caprichado como normalmente são os jardins orientais, o Chinese Garden é cheio de simbolismo nos detalhes. Para quem se liga em astrologia, é um deleite. Os doze signos do horóscopo chinês estão impressos ao longo do parque, com os animais escondidos nos cantinhos das escadarias de pedra, ao pé de uma fonte ou nos galhos das árvores – para alegria das crianças que varrem o parque procurando por eles - com descrições sobre cada signo, historinhas sobre a origem do horóscopo e tal. Tudo lindo, e eu supostamente deveria andar pelas pequenas trilhas refletindo sobre a amizade entre chineses e australianos; ou verificando se o signo do Rato combina com o do Cachorro. Mas tudo em que eu conseguia pensar era o que o Monet faria com todos aqueles tons de verde.






Os bichos do horóscopo chinês escondidos pelo parque.




0 comentários:

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }