De: _________ Para: _________


Uma das coisas bacanas da infância é a alegria besta, daquela com gargalhadas emboladas, por causa de coisas pequenininhas. Hoje botei alguns presentes no pé da árvore, onde ficarão até a noite de Natal. É um pouco torturante, reconheço. Uma tentação sem fim, coitadas das crianças. Olham, salivam, pegam, balançam, pedem pra abrir "um só", e eu, carrasca, digo nananina-ninanão. Reconhecendo as embalagens da livraria, Arthur implora pra abrir pelo menos os livros, mas Ulisses insiste que aquilo é na verdade uma vara de pescar, não é livro coisa nenhuma.

Só que não é da alegria de ver os presentes que estou falando, mas das etiquetas. Hoje quando fui preencher as etiquetinhas "de... para...", substituí o "papai e mamãe" por personagens habitantes do imaginário deles. Arthur adorou ver que há um presente para ele vindo de ninguém menos que Harry Potter himself! Morreu de rir ao ver que o Martin McFly, do recém-visto e adorado Back to the Future, também lhe mandou um presente de Natal. Amanda foi lembrada por Elsa e Olaf. Ao ver a etiqueta "De Coelhinho da Páscoa Para Arthur", então, ele me lançou o melhor dos olhares: 

- Ai, mãe, aí você forçou, hein? Agora só falta a Fada do Dente me trazer um presente de Natal.

Fui logo dizendo que não tenho nada a ver com isso, apenas ia passando na rua e me pediram pra trazer essas encomendas e coisa e tal. Foi mais divertido do que abrir os presentes. Adorei e recomendo. ;-)

***

A & A: Eu quis contar aqui pra vocês dois lerem no futuro, caso se esqueçam. Porque foi divertido demais, demais. 

0 comentários:

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }