Loud and clear


Hoje você faz nove anos! Bem numa segunda-feira... Bom, um aniversário numa segunda-feira corrida é um ótimo pretexto para a gente passar o final de semana celebrando antes e o resto inteiro da semana celebrando depois. \o/ Nós bagunçamos o calendário e seu aniversário tem sido "por esses dias". Acho merecido. Uma coisa que vou guardar com mais nitidez na memória quando pensar "nesses dias do seu aniversário": sua alegria genuína. Em meu coração, estou celebrando sua alegria. Ver você crescer com escolhas boas e festejá-las, eis aí um motivo para eu sorrir largo por muito tempo, meu amor.

Deixa eu contar uma coisinha: quando você era um bebezinho todo fofo, eu olhava e pensava: poxa, passa tão rápido, e essa é a fase "mais bonita". É uma delícia ver um bebê aprender a andar, claro que é. Mas aí você foi crescendo e fui aprendendo, para meu deleite, que viver com você pode ser uma deliciosa sequência de fases incríveis. Você substituiu as quedas de bumbum pelos joelhos ralados, enquanto vou apreciando a beleza de ver você se transformando todo dia.

O mundo é esquisito às vezes. Há um dito corriqueiro que expressa uma preocupação razoável de muitos pais e mães: que mundo deixaremos para nossos filhos? Eu muitas vezes penso nisso, Arthur, mas queria que você soubesse que a pergunta reversa ocupa mais meus pensamentos. Penso muito no tipo de pessoas que tentamos ser para o mundo. Eu vejo sementinhas dessa consciência em você, quando você também, em seu pequeno universo, se preocupa com o outro. Eu queria que você soubesse que isso faz de você um carinha incrível.

Mas divago! Hoje é seu dia, quer dizer, esses dias todos aí que escolhemos para festejar você são seus! E hoje, especialmente, vou deixar tocar no carro, mil vezes que seja, aquela música que você gosta de cantar bem alto. Vou liberar o videogame por horas e horas e horas. Vou deixar você botar menos feijão no prato, dormir mais tarde, fazer a tarefa depois. Hoje você nem precisa tomar banh... não, aí já é demais. Posso até tirar o dia para estragar você um pouquinho, mas o mundo continua precisando de pessoas cheirosas e limpinhas, ora. 

Meu gatão, eu sou a mãe mais babona do mundo, é uma vergonha. Sorry, não consigo evitar. Quando tento, lembro do seu abraço, de quando você me procura pra dizer que me ama, do tanto que você é generoso e carinhoso e descabelado. Quer dizer, gatinho. ;-) Eu tenho muita sorte nessa vida. Ser sua mãe chega a ser um exagero dessa sorte. Amo você, Arthur. Muito, prestenção.


Feliz aniversário, filho. Aumenta o som aí!

5 comentários:

Angela disse...

Parabens para o doce Arthur. Nos todos aqui adorariamos ter passado esse dia com voce. Ontem eu e o Max faziamos a lista do aniversario dele daqui ha umas semanas, e ele comentou pensativo que sabia quem mais ele queria muito que estivesse na festa dele mas que achave que nao poderiam vir... incluiu voce e a Amandoca. Eh assim, meu anjo, que o mundo reaje e retribui ao bem que voce faz ao seu redor. Parabens, com tanto amor, da Tia Angela, Tio Pete ("Tio Peach" ;) ), Maxwell e Julia

Clara Lopez disse...

Parabéns, Arthur, e toda a família de gente amorosa.
abraço,
clara

K disse...

Parabéns pro Arthur! Você sempre escreve o que eu gostaria de falar pro meu filho e não sei fazer de forma tão linda e encantada. Jujuba também não gostava de tomar banho mas agora, aos 11, tenho que brigar pra sair do banheiro. Ah!Eu deixaria passar o aniversario sem banho. Quem se importa? E afinal, o cheirinho "gostoso" so vai ficar um pouco mais concentrado, ora.

Marissa Rangel-Biddle disse...

Deixei beijos para o Arthur no Skype.

Beijos e mil felicidades, meu fofo!

Rita disse...

Obrigada, gente! <3

Beijocas!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }