Graça


A breve história é real. O nome é fictício. 

Conheci Graça anos atrás, em uma viagem de férias. Diarista na casa onde fiquei hospedada, era simpática e sorridente. Trabalhou na casa de meu amigo por muitos anos, até ele se mudar da cidade onde morava. Ela passou, então, a trabalhar na casa do irmão desse meu amigo.

Graça era separada há muito tempo, tinha três filhos já crescidos que ela criou sozinha. Atualmente, tinha um namorado, um relacionamento que não ia lá muito bem das pernas, ao que parece. Eu não sei muitos detalhes da história ainda, mas a cunhada do meu amigo comentou que recentemente ela havia falado do receio de se separar de seu atual companheiro/namorado devido às ameaças que ele fazia cada vez que ela mencionava a separação. No sábado passado, Graça desapareceu.

Ontem, quarta-feira, a polícia encontrou o corpo de Graça em cima da cama de seu companheiro, na casa dele. A casa estava fechada, ele está desaparecido. Graça foi sufocada ou estrangulada, ainda não sei. O corpo está no IML e acho que hoje os filhos poderão fazer o sepultamento.

A morte de Graça não será notícia, acredito. Mas eu queria registrar que me lembro dela. Que há dias em que a dureza do mundo se aproxima muito da gente e o foco nos parece solto, borrado. Que sinto muito pelos filhos, pelas pessoas que conviviam com ela e gostavam dela. 

Que era simpática e sorridente. Certamente deixará saudades, longe das notícias. 


1 comentários:

Silvia disse...

Infelizmente mais uma de tantas! Muito triste :(

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }