Falta de noção canina


Temos dois cachorros, Roque e Floquinho. Roque é um American Staffordshire, Floquinho é um Lhasa Apso.

Roque tem uma boca de jacaré, um cabeção de leão e um pescoço de hipopótamo. Floquinho é um "tisco", se tosado parece um gato grandinho. Quando Roque come, Amanda, nossa filha de 4 anos (sempre sob nossa supervisão), mexe na comida dele, se ela quiser. Ele se afasta levemente para o lado, para que ela tenha espaço de mexer onde bem entender. Quando Floquinho come e alguém mexe em seu prato, ele rosna e ameaça atacar. Meu marido encara e retira o prato, faz o cachorro esperar. Dois segundo depois repete a experiência e o folgado rosna de novo. E de novo, sempre. 

Ou seja, vou comprar um espelho pra cada um. (Pensando bem, só pro Floquinho.)

2 comentários:

Terla disse...

Viva a autoestima :)

Rita disse...

Né? É tudo nessa vida. :-)

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }