Pão nosso


Meu xodó atual no quesito apetrechos de cozinha é a panificadora elétrica. Sou adepta dela há alguns anos e adoro fingir que sei fazer pão. Faço cara de quem sabe das coisas, abro o livrinho de receitas que acompanha a máquina, escolho uma, jogo os ingredientes lá dentro, aperto dois ou três botões e, horas depois, anuncio na maior cara de pau: fiz pão! Todos elogiam e eu recebo os elogios sem o menor pudor, com a boca cheia.

Pois bem, minha maquininha se quebrou, fuén. Uns amigos que me amam me deram outra, êba! <3 A nova versão vem com capacidade para pães maiores e com o livrinho de receitas cheio de novas possibilidades. Vou dividir uma com vocês, que adaptei para nossa alegria. Se você tem a maquininha, procure lá por "pão light de aveia e mel". Ou não procure, porque as minhas alterações na receita não estão lá, né. Se você não tem maquininha e curte fazer pão na munheca, parabéns pela disposição e espero que a receita também lhe sirva.

Segue a receita adaptada com indicações do que foi alterado em relação à original. Para as medidas utilizo os acessórios que acompanham a máquina (um copo de 240ml e uma colher de sopa/chá dosadora).

*1 3/4 copo de água; - a quantidade de água da receita original (1 1/3 copo) deixa a massa muito pesada para a máquina; na primeira vez utilizei a quantidade indicada e foi necessário retirar a massa para sovar na mão (obrigada, Ulisses).
*1 1/2 colher de sopa de manteiga; - a receita original contém margarina (é ruim, hein!);
2 colheres de sopa de mel;
*2 colheres de chá de sal - meia colher de chá a mais que o indicado na receita original;
* 60 g de aveia;
*50 g de amaranto;
* 50 g de gergelim - esses três últimos itens substituem os 160 ml de aveia da receita original; acho que o pão ganha em sabor, em valor nutritivo e em grau de frescura;
*2 1/2 copos de farinha de trigo especial - uso a mesma farinha de trigo que uso em bolos;
 1 copo de farinha integral;
2 1/2 colheres de chá de fermento biológico.


É só colocar todos os ingredientes na forma da máquina, selecionar o tipo de pão, o tipo de casquinha (mais clara, mais escura) e pronto. Também é possível programar a máquina para assar o pão dali a tantas horas, o que garante cheirinho de pão pela casa às sete da matina. <3


 O resultado é lindo e muito saboroso. Sucesso aqui em casa e nas redondezas por onde tem circulado. :-)

 Fica bem fofinho.


Recomendo com força. Ou sem força, na maquininha de pão.


5 comentários:

Unknown disse...

Hummmmmm....ADORO......
Sheila

Unknown disse...

Hummmmmm....ADORO......
Sheila

Verônica disse...

Rita,
qualé a marca da sua maquinhinha? tô doida por uma.

Amanda disse...

Tbm aceito indicações de marcar e modelos de maquininhas, Rita! :p

Clara Lopez disse...

Fotinha da maquininha, please. O pão parece ótimo, quero uma também,
bjo, clara

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }