Greice

Greice, em Paris.

Amanda, 4 anos:

Amanda: - Mãe, aprendi a fazer um grand jeté.
Eu: - E o que é um grand jeté?
Amanda: - É assim. ["executa" um grand jeté...]
Eu: - Uau. E quem te ensinou?
Amanda: - A Greice.
Eu: - Greice? Quem é Greice?
Amanda: - Uma grande bailarina. Ela mora em Paris. É uma amiga minha.
Eu: :-o
Amanda: - Ela faz os grand jetés mais elegantes.

E me deu as costas e foi pra cama, dormir. 

***

Olá, amigas imaginárias. Sejam bem vindas. A minha se chamava Kelly e tinha cabelos lindos.

3 comentários:

Juliana disse...

eu não tinha amigas imaginárias. Tinha amigas árvores. A goiabeira do quintal era madrinha das minhas bonecas.

Mari Biddle disse...

Uau, me lembrei da minha comadre Tilda. Desse jeito, tinha titulo e tudo. Amanda, linda!

Mariana disse...

Me lembro muito dos nomes dos passos do ballet classico que a gente decorava e que não faziam sentido nenhum pra nos. Mesmo quando eles eram explicados, nem sempre o sentido colava ao nome em francês. Depois que eu comecei a estudar a lingua de Molière é que tudo começou a fazer sentido! Pô, Grand Jeté, grand plié, obvio...hihihi!!

Sofia anda às voltas com saias de bailarinas também...

bjus!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }