A camisola


Foi feita por uma velha tia de minha mãe, há muitos anos. A parte de cima é de crochê e as bolinhas amarelas no tecido branco da parte de baixo me lembravam gema de ovo. Devo ter usado quando eu tinha cinco anos, mais ou menos. Ontem, pela primeira vez, Amanda dormiu com ela. Eis uma foto que minha mãe, que guardou a camisola por tantos anos, adoraria ver.




- Posso dormir com ela, mãããe?
- Pode. Sabia que foi da mamãe quando eu era do seu tamanho? Foi a vovó Berna que guardou por um tempão.
- Você vai dar ela pra mim???
- Vou. É sua.
- É minha pra sempre???????????
- É, pra sempre. 


12 comentários:

Dária disse...

Aiii que linda!

Olha só, de usar roupa herdada dos outros minha família é especialista. Sou a filha mais nova, da filha mais nova sabe? Priminha caçula de uma geração de mulheres. Passei minha infância herdando roupas, fosse de mainha, fossem das primas.

Aí de repente, recentemente, voltei a herdar hahah
Tenho uma tia que adora guardar vestidos velhos de minhas primas. Um dia meus pais foram lá e ela mandou um que uma de minhas primas - que já tem mais de 30 - havia usado com uns 13, 14 anos. O diabo do vestido coube como uma luva em mim. Justinho, curtinho, com saia meio rodada e uma estampa florida.

Então fui lá mostrar o tal vestido no corpo, e ela ao ver se lembrou que tinha guardado um dos vestidos dos 15 anos da filha mais velha - minha outra prima, hoje com 37. Passou-se 22 anos e o vestido só havia sido usado uma vez. Provei, e novamente feito pra mim (eu brinco que as mulheres da família foram feitos numa mesma forma! rs).

Acabei usando o vestido no revellion, deu vontade até de te mandar uma foto agora kkkkkkkkkkk No joelho, justo na cintura, com saia rodada, tomara que caia, e todo branco... em um tecido um tanto brilhoso.

E aos 23 anos eu sou a única que ainda entro nos vestidinhos da adolescência acho xD
Me divirto demais com estas roupas velhas =)

Danielle disse...

Não sei o que é mehor: a história ou a carinha dela pra foto. ♥

Angela disse...

Gente eh muita beleza concentrada...

Juliana disse...

Nessa família, todo mundo tem cabelo de diva!!!!

Amanda, a amante das corujas e abelhas mais linda de que se tem notícia! =)

Glória Maria Vieira disse...

Linda sua filhota, linda a camisola e lindo o contexto em que tudo isso se encontra...

Deise Luz disse...

Gente, e a pose pra foto?! Own <3

Rita disse...

Né, gente? Né?? <3 <3 <3

*suspiros corujas*

:-D

bj!
Rita

Mariana disse...

Que história de família mais linda Rita!!! Coisa mais amada desse mundo a pose e a felicidade da Amanda com a camisola herdada!!

e perdoa por não ter conseguido vê-los? Estamos voltando semana que vem já! Voou! Fica pra próxima visita da patota à Paris!!

bjus mil!!!

karin disse...

Oi Rita!!

A Amanda tá linda!!!!! Ela é uma feliz e encantadora "mistura" sua e do Ulisses...
Beijinhos

Karin

caso.me.esquecam disse...

ai, que linda! hahaha pequenos tesouros! :)

Anônimo disse...

Ela, a modelo, sempre linda, linda, linda. A camisola é uma testemunha de tantas histórias, e agora terá muitas outras a acompanhar.
É o fantasma Artur, no reflexo da porta ? :P

Gracinhas!

Beijo

ADA

Lílian disse...

Ai, tanto tempo que não venho aqui, e quando abro a janelinha dou de cara com a pequena de roupinha amarela (owwwww), fazendo todas as suas 'borboletices'.
AMO. SAUDADES. TIA LÍLIAN.

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }