Une baguette, s'il vous plaît


Então estamos desacelerando um pouco. Temos saído de casa sem pressa, feito passeios de ônibus meio sem rumo - aliás, recomendo - e apreciado a cidade que anda em ritmo mais calmo agora que as férias de agosto chegaram. Muitas lojas estão fechadas e só voltam a funcionar lá pela segunda quinzena deste mês; algumas boulangeries também (como faz para levar uma padaria de Paris na mala?), o que lamentamos muito - ao mesmo tempo em que pensamos como é bom um comerciante poder se dar ao luxo de fechar seu estabelecimento por um mês inteiro e sair de férias como todo mundo. Nosso passatempo nos últimos dias tem sido descer do ônibus "ali, ó" e caminhar um pouco, comer um crepe ou dois, pegar outro ônibus, procurar aquela padaria famosa (que tá fechada), desistir e voltar para casa com a baguette da esquina.

Ao final do dia, começamos a empacotar nossas tralhas enquanto tratamos de aproveitar o que podemos da culinária local, hohoho.


Tudo com charme e elegância, bien sûr.

***

Já ouvi muita gente reclamar das baguettes francesas - que são duras, que são secas, que bla bla bla. Aqui vimos o óbvio: depende da padaria, como todo pão no Brasil. Um pãozinho francês em Florianópolis pode ser delicioso ou simplesmente intragável. Aqui é a mesma coisa. Até agora, o primeiro lugar segue ocupado pela baguette que a Maitê levou ao picnic de seu aniversário; em segundo lugar, essa daí que tá na boca da Amanda, comprada aqui pertinho, em nosso bairro. Mas a busca pela baguette perfeita segue; ainda restam dois dias. E, em linhas gerais, ir a uma boulangerie parisiense pode ser o ponto alto de qualquer passeio. Juro.

6 comentários:

Mariana disse...

Bom, pra uma patota que gosta de pão, Paris é mesmo o destino ideal! Uma pena que não conseguimos conciliar as agendas (que chic!) Rita! Mas bom, nos vamos todo ano pra Floripa, aproveitar as praias, o pão d'agua, a tanhota assada...ai, ai. Enfim, espero que a gente consiga se encontrar por la então! Prometo levar uma baguete bem durinha na mala se vcs quiserem!Boa viagem pra patota!!!! bjus!

Luciana Nepomuceno disse...

Em busca da memória perfeita... lindas fotos e que jeito fofo de ir dando até logo pra essa beleza feito cidade. Bjs!

Claudia Serey Guerrero disse...

Rita, li em algum lugar ha alguns meses...que o premio da melhor baguette desse ano foi ao "Au Levain d’Antan"… em Montmartre... quem sabe se passas por la ainda esses dias, podes conferir e nos dizer se esse premio foi bem dado ou não .. :)
Adorei a foto!!!!
beijinhos, Claudia

Maite disse...

Aeeee!!!
Vá la:
http://www.yelp.fr/biz/boulangerie-saint-antoine-paris e peça uma Parisse. É a melhor baguette mesmo!
Aproveite e VA a Place de Vosges e visite a casa do Victor Hugo. Uma coisa todinha do lado da outra... Vocês não vão se arrepender.
O busão 69 sai do Champ de Mars e te deixa na PORTA da padaria.
Aproveitem muuuuito o finzinho da estadia em Paris.
Pra mim, ela foi bem proveitosa, viu? Tive a sorte de te conhecer.
Beijo enorme.
Maite.

Rita disse...

Mariana, promessa é dívida! Não me apareça naquela ilha sem a minha baguette!! :-) Sofia e Amanda tomarão banho de mar juntas na Praia da Daniela, combinado?? Beijo, querida!

Lu, chego já.

Claudinha e Maitê, por que não escrevi este post NA PRIMEIRA SEMANA???? Aí teria tempo de seguir as pistas de vocês, buaáááááá. Ai, não tem jeito, vou ser obrigada a voltar, porque agora não dá mais tempo. ;-)

Claudinha, foi tudo de bom revê-la; boa viagem ao Brasil, cuidem-se!!

Maitê, sua linda, você num tá com saudades da Amanda? Eu tô, imagino você. :-) Adorei conhecer vocês todas, você nem faz ideia. Tomara que muitas outras chances apareçam pra gente papear, em qualquer continente, tá valendo. Beijo grande pra você, toda sorte desse mundo, você é iluminadinha, viu?

Beijão!
Rita

Mariana disse...

Transporte de uma baguette dura Paris-Florianopolis: cofirmado! Banho de mar Sofia&Amanda na Daniela: confirmadissimo!!! Nos vemos no verão tropical!!!!
Bjus pra patota!!!!!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }