Quebrando a palavra


Olha, eu tentei resistir, juro. Tá rolando o tal do meme dos 30 livros em 30 dias e jurei que não faria. Não sou uma pessoa de palavra, como vocês podem ver. A Tina tá fazendo, a Lu tá fazendo, a Mari tá fazendo, etc. As listas delas, claro, vão engordar minha lista de wannaread e como já brincamos de fazer listinhas de livros aqui achei que seria repetitivo demais. No entanto, não adianta. Rendo-me. Tudo assim sem muito compromisso, certamente vou falar de outros assuntos nos próximos dias e creio que vou pular uns itens aí... veremos onde isso vai dar.

É assim:

Day 01: All-time favorite book

Day 02: A book you don't like

Day 03: Favorite book as a child

Day 04: The first book that made you cry

Day 05: A book that makes you laugh

Day 06: A book by your favorite author

Day 07: A book you hated but had to read for school

Day 08: Scariest book you’ve ever read

Day 09: Saddest book you’ve ever read

Day 10: Favorite classic

Day 11: Favorite animal book

Day 12: Favorite sci-fi book

Day 13: A book that reminds you of something/sometime

Day 14: A book that reminds you of someone

Day 15: Favorite holiday book

Day 16: Favorite book that was made into a movie

Day 17: A book that’s a guilty pleasure

Day 18: A book no one would expect you to love

Day 19: Favorite nonfiction book

Day 20: The last book you read

Day 21: The best book you’ve read this year

Day 22: Favorite book you had to read for school

Day 23: The book you’ve read the most times

Day 24: Favorite book series

Day 25: A book you used to hate but now love

Day 26: A book that makes you fall asleep

Day 27: Favorite love story

Day 28: A book you can quote by heart

Day 29: A book someone read to you

Day 30: A book you haven’t read yet but want to


***

Então vamos logo começar.

Day 01: All-time favorite book

Não sei, hahaha. Nossa, difícil. O primeiro impulso é falar do Marquez, de Cem Anos de Solidão, por mais clichê que isso possa parecer. "All-time" é tão pesado, mas já que o primeiro pensamento é mesmo a chuva de Macondo, voilá.

"Choveu durante quatro anos, onze meses e dois dias. Houve épocas de chuvisco em que todo mundo pôs a sua roupa de domingo e compôs uma cara de convalescente para festejar a estiagem, mas logo se acostumaram a interpretar as pausas como anúncios de recrudescimento. O céu desmoronou-se em tempestades de estrupício e o Norte mandava furacões que destelhavam as casas, derrubavam as paredes e arrancavam pela raiz os últimos talos das plantações. Como acontecera durante a peste da insônia, que Úrsula dera para recordar naqueles dias, a própria calamidade ia inspirando defesas contra o tédio." (Tradução de Eliane Zagury)

Amor. Demais. Mas esse post precisa ser encerrado rapidamente, porque outros títulos começam a pular em minha cabeça clamando o lugar no pódio.

12 comentários:

Caminhante disse...

Esse eu li logo em seguida do Casa dos Espíritos, então achei parecidíssimos. Um tirou o impacto do outro. Se fosse citar um do GMarquez, seria Amor em Tempos de Cólera.

Luciana Nepomuceno disse...

Gosto demais. De todos. De tantos GGM que me enchem os olhos. Como não amar?
‎"Era inevitável: o cheiro das amêndoas amargas recordava-lhe sempre o destino dos amores contrariados."

PS. que bom que você veio \o/

Tina Lopes disse...

Gostei muito quando o li, mas sei que se o relesse, não me cairia bem, hoje. A gente muda, as leituras, idem.

Grazi disse...

Como é isso ? Quero participar, posso ? Vc me explica como é ?

Juliana disse...

Ontem mesmo estive com ele nas mãos enquanto fuçava as prateleiras da biblioteca. Me lembrei de vc. Mas preferi pegar um outro porque Cem Anos é daqueles livros que tenho medo de reler e não amar tanto quanto amo agora. tão, tao bonito, meu deus! Aff! =)

Palavras Vagabundas disse...

Cem Anos de Solidão sempre... "a incrível e triste história dos Buendía....a estipe dos solitários para a qual não será dada uma segunda oportunidade sobre a terra”.
abs
Jussara

Anônimo disse...

Rita, acredita que semana passada, nas minhas aulinhas de inglês (voltei), o professro perguntou qual o meu livro preferido e de cara respondi "Cem anos de solidão". Agora entro no seu blog e vejo seu texto, vejo a capa dele, deu vontade de ler pela terceira vez. Li a primeira muito tempo atras e a segunda a uns, 5 a 6 anos. Nessa segunda vez fiz a árvore da familia, foi bem melhor.
Huum, acho que vem a terceira por ai.
BEijos,
Ju

Anônimo disse...

Cacaca, menina sou muito desliga, entrei no seu blog e achei que tinha dois posts para ler. Li primeiro "Day 01: All-time favorite book" E depois fui ler o outro, que não era o outro, mas sim o mesmo "Quebrando a palavra". Cacaca, sou desatenta assim mesmo.
Ah, como assim "30 livros em 30 dias" Rita???
SOu apenans desligada certo? risos
BEijos,
Ju

Angela disse...

Cem Anos de Solidao me apresentou a Marquez. Mas Do Amor e outros Demonios me inebriou. Como estava na adolescencia, talvez hoje em dia nao causasse o mesmo impacto. Mas ate hoje lembro da quimica que rolava quando o lia.

Porem... concordo com voce: O livro favorito eh impossivel de escolher. Talvez os 30 melhores.

Beijos

Rita disse...

Oi, pessoas.

Sabe o que me fez optar por Cem Anos como "the" book? A lembrança que tenho de como me senti enquanto lia. Tipo, céus, o que é isso, como não tinha lido tudo desse homem antes, etc. Enfim. Amo até hoje.

Grazi, é só pegar e fazer! Faz, faz, faz!!

Beijos, pessoas

Rita

caso.me.esqueçam disse...

rah! cem anos. o "melhor livro lido" por 80% das pessoas que o leram :) (estatistica minha) uehueheuhe

Rita disse...

Cem Anos é o maior. o/

:-D

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }