Para casa


Day 07: A book you hated but had to read for school


Simplesmente não me lembro. Houve, certamente, mas não me lembro. Eu gostava da tarefa "ler livro tal"; acredito que não gostava de todos, mas nada foi tão traumatizante que me venha agora facilmente à memória. Lembro-me de muitos livros ruins que li voluntariamente, mas, entre os obrigatórios, nenhum foi o fim do mundo. Quando estava me preparando para o vestibular de Letras, por exemplo, sei que peguei a lista para a prova de literatura brasileira e li todos que não havia lido ainda (a lista nem era longa, uns doze livros, talvez) - não gostei de todos, é verdade, mas nem me lembro quais os que li por pura necessidade. Havia Lima Barreto e Machado, Manuel de Macedo e tal. Alguns devorei feliz, outros li para a prova, simplesmente. Não odiei nenhum, acho. Acho. Se eu me lembrar de algo bem ruim mesmo, atualizo o post depois. Toca o bonde.

(Eu me lembro de ouvir a turma inteira protestando contra O Cortiço; eu ficava quieta na minha carteira porque tinha gostado, mas não precisava de outros motivos para me sentir esquisita, sacumé.)

***

Posso dizer que li Senhora e Cinco Minutos, ambos de José de Alencar, porque eles moravam lá na estante da minha mãe e tals. E eu vivia naquele tempo em que não largava um livro começado de jeito nenhum. Então li, meio assim sem achar muita graça. Mas isso faz tanto tempo que nem me lembro das sensações durante as leituras. Sei que li, por uma obrigação que eu mesma me impus. Serve?

12 comentários:

Tina Lopes disse...

Gente, O Cortiço é maravilhoso, como alguém não gostaria? Tem até putaria, hahahah

Luciana Nepomuceno disse...

Gente, O Cortiço é maravilhoso, como alguém não gostaria? Tem até putaria,(2)

E eu curto Zé de Alencar, sei lá, tem uma mulherzinha romãntica e rosa em algum lugar de mim que não se importa do cara se chamar Seixas, eu acho.

disse...

Também adorei O Cortiço! Na escola eu gostava de todos os livros. E na época do vestibular tive acesso à grandes escritores que adorei e virei fã, como Saramago (com Memorial do Convento, obrigatorio na Fuvest) e Lygia Fagundes Telles (As Meninas). Eu era a unica da minha classe que gostava dos livros de vestibular, era o meu momento de lazer, depois de tanta fisica, matematica e biologia.

O unico livro que detestei e fui obrigada a ler foi um de poesias, que era obrigatorio no vestibular. Nem lembro o autor, talvez a minha xara' "Adélia Prado"? Possivel.

Apesar de ser uma leitora voraz, tenho que confessar que nao curto poesia. Passo longe. E olha que tenho avô poeta, que ele não leia nunca esse comentario...

Mari Biddle disse...

Uai, eu adorei o Cortiço também.

Rita baiana então...

Acho que A Pata da Gazela foi o trem mais esquisito que li lá na infancia.

bjs

Rogério disse...

Também não me recordo de ter odiado algum livro, por ser leitura obrigatória. Pelo contrário, nos meus tempos de colégio (é, eu sou cinquentão), a coisa não se restringia ao vestibular, frequentemente um livro literário era matéria de prova. O efeito disso foi deliciosamente positivo, apesar de ter me dado a impressão de que só eu gostava. Hoje tento passar para meu filho de 8 anos a delícia de uma viagem a bordo de um livro.

Palavras Vagabundas disse...

Rita acho que quem lê muito nunca lê por obrigação, rs... no meu vestibular dos livros listados eu simplesmente já havia lidos todos!As listas na época não eram lá muito criativas, rs
bjs
Jussara

Grazi disse...

Eu também gostei de ler O Cortiço e tb não entendia como meus colegas de classe reclamavam tanto !

Murilo S Romeiro disse...

Li e gostei também d'O Cortiço ( unanimidade aqui )
Livro ruim eu demoro um pouco mais , mas acabo lendo.
Exceção para Arquipélago Gulag de Alexander Soljenítsin que era uma lista infindável de nome russos -
cansei e desisti de ler até o fim.

Rita disse...

Gente, precisamos de outro item no meme: uma unanimidade - O Cortiço!

:-)

(Não deixem de acompanhar as outras listas nos blogs que estão seguindo o meme!)

Vivien Morgato : disse...

Não tenho mais saco pra José de Alencar, mas me amarrava nele quando era garota.
Cinco minutos, Diva, Sonhos Douro...acho que eram os meus prediletos.

Cecy disse...

Adorei a escrava Isaura, a turma queria tacar pedra no professor e eu ali, bem quieta. Já me achavam muito estranha e eu não precisava piorar.

Rita disse...

Vivien, acho que nunca me senti muito atraída por ele, não...

Cecy, nunca li A Escrava Isaura!
:-/

bjs
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }