O que ele via


Houve um momento em que achamos que tínhamos entrado no trem errado.

 
Mas estava tudo certo.


E era isso que ele via quando abria a janela de seu quarto:


E hoje, quem me via caminhar entre os canteiros dos Jardins de Monet, fotografando florzinhas e chorões, nem suspeitava o tamanho da minha emoção de menina boba e deslumbrada. Encantada, foi assim que me senti. E nem é mais primavera, um ótimo motivo para voltar lá qualquer abril ou maio futuro; não importa. Foi bom, muito bom circular um pouquinho por ali, por onde ele certamente se detinha por horas para produzir algumas das telas que mais amo no mundo das artes. Foi emocionante entrar em sua casa...


... bisbilhotar um tiquinho seu atelier, olhar de sua janela, ver telas que não chegaram aos museus. Foi bom ver sua caligrafia em notas curtas, ver seus pertences, imaginar seu olhar - olha a ousadia. Foi engraçado entrar na vasta sala de jantar e pensar que, quem sabe, outros impressionistas tenham circulado por ali em reuniões cheias de papos que eu pagaria uns euros para ouvir; foi muito bom ver a cozinha do Monet (!) cheia de panelas enormes, gente, e com um quintal que se eternizou em telas lindas, lindas, lindas. Foi tão, tão bom, que hoje estou com uma cara ainda mais boba. Não era permitido fotografar o interior da casa, mas quem se importa: os jardins estão lá, chamando por nós.


Oh, my...


A water lily pond é sem dúvida a estrela do jardim. É engraçado, porque seria só uma lagoazinha com florzinhas e chorões. Mas... né? A gente olha e entra nas telas. 


Eu olho e fotografo. Ele fazia assim:


 E num cantinho escondido do quintal, as cocoronetas de Monet ainda ciscam, olha que legal!

:-D

Acho que depois do almoço ele descia por essa escadinha da cozinha pra pintar umas três ou quatro obras de arte, o que vocês acham?


Uma florzinha que plantei e que tô regando todo dia:



11 comentários:

Tina Lopes disse...

Meu deus, que emoção! Será que vale a pena ir no inverno? Senti essa emoção de imaginar uma mesa cheia de artistas na casa de Peggy Gugenheim em Veneza, diz que vocês vão lá, por favor =)

Luciana Nepomuceno disse...

Eita, que lindeza, meu coração aqui fazia tum-tum-tum todo acelerado. Quanta cor, quanta beleza!

Mariana disse...

Ja fui duas vezes e continuo achando tudo lindo lindo!!! Pra quem gosta de jardins, não é um prato cheio, é um banquete!!!
ps: a Sofia ta muito de férias! Tô me virando pra distrair o trigo-roxo!
:°D Estamos topando qualquer agito!!!
bjus!!

Angela disse...

Fiiiiiiu-fiuuuu!!!!

Grazi disse...

Nossa que lindo ! As fosto estão lindas tb ! E dá p/ ver p qto vcs estão felizes !

Jaquee Ribeiro disse...

Depois dessa sequência de imagens lindas o que me resta a fazer? Suspirar. Gente, Monet é Monet sua telas são maravilhosas.

Ana Duarte disse...

Ai ia comentar, mas nao tem o que falar, as imagens falam por si!!!!!

:-)

Anônimo disse...

Emocionante!
Ju

Rita disse...

Oi, pessoas.

Olha, muito lindo. Forte candidato ao passeio mais legal do mês. Nunquinha vou me esquecer, nunquinha.
(Mariana, tô quase indo lá de novo!!!)
Beijitos
Rita

Lílian disse...

De encher a vista. E arrepiar. Sério mesmo, você sabe.
Bjo.

Claudia Serey Guerrero disse...

que coisa mais linda...
vou me informar, preciso visitar

beijinhos,
Claudia

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }