O glamour


Então. A gente não fala francês. Eu arranho um básico que não serve para quase nada. Nossa sorte, ao contrário do que reza a tradição, é que não faltam franceses dispostos a praticar o inglês deles conosco. Então nossa frase mais frequente tem sido, até agora, parlez-vous anglais?, e toca o bonde. Pena que isso não serve para a mensagem que preciso entender para carregar o telefone com créditos; também não funciona muito bem com o povo que não fala inglês. Enfim.


Nós, na ponte Bir Hakeim.

Não nos apeguemos a detalhes. O que importa é que pedimos nossa primeira refeição em um restaurante parisiense e ela estava... horrível! Hahahaha, a gente se diverte. O vinho, pelo menos, estava ótimo, bien sûr. Hoje atravessamos a ponte Bir Hakeim, conhecida aqui "em casa" como aquela ponte que aparece no filme A Origem e deixamos nosso bairro rumo aos pés da Torre Eiffel - só os pés, por enquanto: não faria sentido nenhum ter um mês inteiro por aqui e enfrentar aquela fila absurda. Descobrimos que podemos comprar os ingressos pela internet e, vejam só, fugir da fila. Aguardemos. Depois de passear um pouco pelas redondezas da Torre, seguimos para comilanças e andanças e passamos pela igreja Dôme, famosa, entre outras coisas, pela cúpula dourada e pelos restos mortais do Napoleão que se encontram lá dentro. De novo, não entramos, queríamos mesmo era chegar ao prédio que fica ao lado, o Museu de Rodin. Chegamos, mas já estava fechado - ou seja, hoje não entramos em lugar nenhum, hohoho. Tudo bem, sem pressa, tínhamos muito a fazer ainda, providenciar os passes do metrô e outras burocracias. E todo aquele azul era mesmo um ótimo motivo para permanecer ao ar livre.




Reza a lenda que hoje em Florianópolis fez algo em torno 5 graus. Nós passamos o dia de sandálias e roupas leves, procurando sombra e tomando água. Cheguei a voltar para casa quando já tínhamos saído porque tinha esquecido o protetor solar - quem enfrentou a fila para a Torre deve ter feito fotos incríveis. :-) E com sandálias, meus pés e os das crianças chegaram em casa pre-tos de poeira e grude. Paris é puro glamour.

Amanhã terei minha primeira aula de francês para aprender a pedir o prato certo no restaurante e parar de pedir que o povo dessa cidade fale em inglês.

10 comentários:

Caminhante disse...

Terceiro blog de minhas relações falando em Paris em poucos meses. Quero crer que isso seja uma espécie de vírus e que ele venha ni mim também. ;)

Luciana Nepomuceno disse...

"Vem ni mim, vírus" gritou uma borboleta delirante.

no mais, lindos, lindos, lindos e o Museu de Rodin é mesmo uma delícia. Abraços carinhosos

(ps. eu falei portugues em paris e me dei super bem, povo todo muito acolhedor comigo, especialmente a senhora que atendia na "padaria"..ei. quando vc vai na bodegona?)

Angela disse...

Final do dia, sentei no computador, bateu um frio gostoso na barriga: sera que tem post novo? YAY!! So voce. Nao so post, como fotos!!! Amei amei amei.

Adorei tambemo tema. Preciso te falar que minha unica estadia em Paris nao foi nada tipica. Primeiro, quando cheguei fiquei na parte mofada da cidade (o unico hotel de treze que reservei para aquela viajem pela internet que deu errado), sai a pe e sozinha para achar um hotel novo de meia noite ate as duas da manha. Quando cheguei no glamour ja era tarde, ate hoje nao consigo pensar em Paris como uma cidade glamourosa e Pete por anos (!) me chamou de A Rainha do Mofo. Segundo, todo mundo foi super legal, tentavamos falar (sempre com um sorriso largo e olhos nos olhos) portugues, espanhol, ingles, tudo menos frances (ao contrario do recomendado ate pelo meu coleguinha parisiense) e fomos sempre muito bem tratados. Teve ate garcom parisiense em restaurante lotado no centro da cidade (stress stress) cantando "fio maravilha nos gostamos de voce" em por-tu-gues. Ou seja, sai de la com a imagem reversa do estereotipo: uma cidade com seus problemas como a maioria das cidades mundo afora, e cidadaos franceses maravilhosos e insequeciveis.

Beijos e muitas emocoes para voces! (e para nos lendo tudo aqui :) )

Juliana disse...

rita, vou te falar que vc tá uma diva nessa foro, hein?

Jaquee Ribeiro disse...

Todo mundo curtindo as férias na Europa, em especial em Paris. Eu não sabia que acompanhava o blog de tantos gringos! rs

Ana Duarte disse...

Lindas fotos Rita!!!! ai que saudade disso ai :-) bjos

Rogério disse...

Às vésperas da partida, recebi um e-mail de uma amiga dando toneladas de dicas. Se não se importa, vou repassá-las pra você, tá?
Olha, a comida dos restaurantes não foi, definitivamente, a melhor das lembranças que trouxemos de Paris, mas não comemos mal. Em frente à Sacré Coeur, por exemplo, tem um restaurante ótimo para quem é carnívoro e gosta de chopp. Procure as vielas que saem da Boulevard Saint Germain que também vai encontrar muita coisa boa, além de lojas de lembrancinhas com preços honestos.
Bom, enfim, né, se tiver coragem vá até o mais alto da Torre (é totalmente protegida). A vista é simplesmente magnífica. Não se esqueça da câmera e/ou filmadora, e cuidado com os 'amigos do alheio' nas imediações da fila, geralmente ciganos romenos.
Quanto à língua, não tivemos problema algum. Aliás, em muitos restaurantes que fomos havia garçons portugueses, o que facilitou muito nossa vida. Mas não há qualquer empecilho quanto ao uso do inglês e mesmo do espanhol.
Curtam de montão.

Rita disse...

Oiiiiiiiiiiiiiii, eu ADORO as dicas! Iêba! Pois num é, que febre é essa, gente, todo mundo vindo pra cá! Pois bem, venham todos que a cidade é grande e o metrô já está entupido mesmo. :-D

Ó, tá tudo maravilhoso, o clima tá excelente e, como vocês podem ver no post de hoje, a criançada tá na boa, só parquinho e tal. Mas amanhã o bicho pega, lá vamos nós visitar as velharias! OBAAAAAAAAA!!! Conto tudo depois. Fiquem ligadinhos!

Beijocas
Rita

Anônimo disse...

Oie! Menina, assim como Angela adoro as fotos! So voces viajando para voce colocar fotos, pois vc quase nunca coloca. Voce esta tao linda! A cada ano que passa voce esta mais linda! É serio! Agora com 39 e nova e corticho de 19! UAU!!!! As criancas nao preciso falar que sao lindas nao eh!? Estou chamando Leo para ver voces!
Beijos,
Ju

Livia Luzete disse...

Rita, assim que ví a ponte eu disse"...eu conheço essa ponte...",sim do filme com o Leonardo.
Divirtam-se muito!
Beijo.

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }