Dia 03




Quando eu disse ao Arthur que viajaríamos bem no dia do aniversário da Vovó Berna, ele imediatamente falou:

- Legal! Aí a gente vai poder cantar parabéns pra ela bem de pertinho, lá em cima no avião!

E eu lhe dei a única resposta possível:

- É verdade.

Há três dias, revirando bolsas e malas para acomodar nossas tralhas, enfiei a mão numa bolsa usada para guardar nosso laptop e encontrei lá no fundo, amassadinho, um papel meio pardo, com escritos a caneta. Assim que meus olhos encontraram o papel, reconheci minha letra rabiscada, assim como também reconheci o papel que eu tinha arrancado daquela agenda onde você anotava nossos números há tantos anos; aquela mesma agenda que eu tinha lhe dado há milênios e onde podíamos ver os números de telefone antigos já riscados e substituídos pelos que se sucediam - era seu jeito de nos seguir pelo mundo, lá de sua casa. Foi nesse papel que escrevi um pequeno texto para me despedir de você em dezembro.

Dia 03 de julho era o dia em que muitos de seus amigos e amores ligariam, ou até passariam pela sua casa para lhe dar um abraço e desejar saúde e felicidade. A todos você diria algo como obrigada, se meus filhos estão bem, estou bem também, etc. Depois me contaria, toda orgulhosa: fulano, beltrano e fulana ligaram; beltrano, cicrano e fulano vieram aqui, etc.

Você faria 71 anos. Eu ficaria fofa de orgulho e diria algo como: te amo tanto, parabéns, quero ser como você quando crescer. Ou algo como: não falei, sua teimosa, que sua luz vai longe? Ou ainda: e aí, acordou mais linda? Ou outras muitas variações que inventaria ao longo do dia. Eu ainda te amo, ainda quero ser como você em tantos aspectos, ainda acho você linda e ainda acho que vai rolar aquele parabéns nas alturas. Fique ligadinha.

Na folha arrancada de sua agenda, escrevi assim:

Você tem o poder de transformar amigos em irmãos, você tem o poder de transformar amigos em filhos. E assim, você teve muitos filhos a quem amou, de quem cuidou, por quem torceu e a quem dedicou seus melhores pensamentos. Você tem asas imensas e sob essas asas de anjo bom você acolheu e engrandeceu seu mundo porque quem ama tem a vida muito maior. E você é toda feita de amor. Eu poderia dizer muitas coisas sobre sua caminhada, mas eu vou sempre lembrar que ela foi gloriosa. Porque é glorioso aquele que enfrenta, luta e precisa se superar todos os dias - mas nunca perde a doçura. Hoje vejo você linda, cercada de flores que lutam para brilhar como você. Mas o que elas fazem é nos mostrar que a beleza maior vem da grandeza de ser bom. Você é nossa flor. Eu torço para que seus sonhos sejam suaves e que lhe tragam alegria. E que eu reviva a cada dia a graça infinita de ser sua filha.

No dia 03 vamos viajar e estamos felizes. É engraçado, seria esse o assunto do dia. No entanto, não tem jeito: dia 03 de julho é o dia do seu aniversário.

11 comentários:

Angela disse...

Estarei pensando em voces. Pensando em D Bernadete, desejando a voce serenidade e a todos uma viajem tranquila. Sempre que estao viajando, torco que estejam todos bem. Aguardarei noticias do lado de la do hemisferio. :) Um beijo.

VAL disse...

Além da viagem, neste dia tão especial (aniversário de D. Bernadete) a presença dela, viva, dentro do seu coração, te proteja por onde for!
A todos vocês, desejo que tudo seja tranquilo em céus e terra!
Beijos...

Daniela disse...

Beijos, Rita. Boa viagem.

Ana Duarte disse...

Bon voyage à toi et à la petite famille!!

bisous
Ana

karin disse...

Rita e família!!
Boa viagem!! Desejamos um voo tranquilo e uma estada maravilhosa!! Até breve!!
Beijos
Karin e FernandoS.

Anônimo disse...

Hoje nós vamos visitar o túmulo dela.
Boa viajem Rita!
Bjos!
Larissa

Claudia Serey Guerrero disse...

que lindooo!!
ja estas em Paris entao?
beijos
Claudia

Mari Biddle disse...

Mil beijos, Rita! Boa viagem!

Rita disse...

Obrigada, pessoas! Estamos todos bem, a viagem foi ótima. Logo mando notícias fotografadas.

beijos
Rita

Anônimo disse...

Rita como sempre... chorei com o seu post... abraço...



Polyana Emilia
Esperança/PB

Rita disse...

Um beijo, Polyana!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }