Buttes-Chaumont


- Rita, como você dá conta de viajar com duas crianças tão pequenas ainda?
- Ora, não são mais tão pequenas. E eu sou a supermãe...


... e boto todo mundo pra ralar. Pronto, é assim.


***

E eis que hoje Paris se lembrou de que é verão. O sol apareceu, a temperatura subiu e o céu amanheceu azuuuuul como há dias eu não via. Passamos o protetor solar, metemos lanches na mochila e fomos conhecer o Buttes-Chaumont, um parque ao norte de Paris lindo de doer.


Ao contrário de todos os outros parques que tínhamos visitado até aqui, Buttes-Chaumont não é plano. O lugar já seria lindo mesmo se o fosse, já que conta com suas árvores imensas de copas generosas, seu lago e seus gramados verdinhos, mas é óbvio que as subidas e alturas dão um charme a mais. E ao contrário do que disse meu guia de viagem, não é muito difícil caminhar pelo parque, já que suas subidas não são muito íngremes, o que torna um passeio por lá ainda melhor: é fácil subir láááá no altão e admirar a vista que não é de se jogar fora. Isso depois de cruzar a ponte gracinha que há bem no centro do parque.

Lá em cima.

Nós já iríamos ao Buttes-Chaumont de qualquer jeito, mas hoje tivemos outro motivo para o passeio. Era o aniversário da Maitê, uma brasileira queridíssima que conheci por intermédio da Amanda, e ela teve a feliz ideia de comemorar o dia com um picnic no parque. Então juntamos dia lindo com lugar lindo com gente linda e pronto. Arthur e Amanda também curtiram do jeito deles, Arthur comendo um monte a Amanda desbravando a grama do parque à cata de joaninhas. A Carol também foi e levou frutinhas para as crianças que eu adorei e comi um monte. Aproveitei para me despedir da Amanda e já senti uma pontinha de tristeza por estar tão próxima nossa despedida da cidade. Mas não vamos iniciar a choradeira, ainda temos quase uma semana inteira que, inclusive, deve ser de sol.

Ulisses com a mamãe...

... e com os filhotes.

Vovó Berna adoraria ver essas carinhas aí. Pensei muito nela hoje, talvez por ter visto vários idosos caminhando pelo parque: pensei na terceira idade cheia de saúde que ela não teve. Pensei no quanto ela curtiria nossa viagem, mesmo que não estivesse aqui com a gente. Essa semana Amandinha conversou com ela um pouco, do jeito dela: olha para o próprio peito, chama "vovó Beeerna!" e fala qualquer coisa (olha para o peito porque vovó Berna mora no coração). Também ando chamando por ela esses dias, tanta coisa que gostaria de dividir com ela que sempre me ouvia cheia de paciência, tanta foto para mostrar, tanto caso para contar. Nossa viagem tem sido perfeitinha, não fosse esse pedaço que falta do lado de lá.

8 comentários:

Mariana disse...

Adoro o Buttes Chaumont!!! Um dos parques mais lindos, com certeza!!! Como tenho uma amiga que mora bem perto, passeamos de vez em qdo por ali! Com sol então...!
bjus pra patota de partida!!

Grazi disse...

Sua menina estava muito mocinha na foto .. rsrsrs
Fica triste não, ano que vem vc volta!

Anônimo disse...

Ai Rita não me canso de ler os seus posts e acho tudo muito lindo e inspirador para a vida. É quando lembramos das coisas simples da vida as quais não sabemos dar valor e você vai e dá uma cutucadinha bem ali. Outra já havia questionado isso, como você dá conta de cursos, estadia fora,( sou péssima para sair de casa por dias) e dar conta de duas crianças na idade em que estão (as minhas são da mesma idade das suas).E mais as foto deles são lindas! Eles dão trabalho para tirar???? Porque os meus ai ai!Um abraço e mais uma vez valeu pelo post...

Polyana Emília
Esperança/PB

Ana Duarte disse...

Ritaaa, este parque é mesmo lindo né? eu adorava!!! as fotos estao lindas, nem sempre eu comento mas leio sempre os seus posts e adoro!

bjos e aproveitem esta ultima semana com sol ;-)

Luciana Nepomuceno disse...

Os adoradores do sol festejam loucamente, rs.

Que lindo parque, delícia de sorrisos!

"fica faltando um pedaço que nem a lua minguando"...mas tá só escuro no lado da lua que a gente não vê, né? ela continua lá.

Rita disse...

Oi, Mariana. E a Sofia tá de férias? Ainda há tempo!!!

Grazi, ah, se fosse assim.. ano que vem.. tsc tsc...

Polyana, tudo bem? Meus filhos normalmente não se importam com fotos, o Arthur até gosta. A Amanda é mais "arisca", então não forço. Convido pra foto, se ela quer, beleza, se não, fica pra próxima. :-)

Anaaaa, imagino sua saudade, viu. Sei que você tá sempre por aqui (e gosto muito), mesmo que caladinha.Beijão!

Luuuuuuu, adorocê, já falei?

Beijão!
Rita

Anônimo disse...

Lindo parque! Tudo lindo!
E quem disse que vovo Berna não esta curtindo a viagem!? Se vocês estão felizes ela fica pra la de feliz!
Abraço forte,
Ju

Ana Duarte disse...

Ai nem me fale em saudade Rita, é pouco, estou num momento de luto mesmo...um dia te escrevo contando, se te interessar claro!
bjossss!!!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }