Antecipando a visita


Eu queria vir aqui papear, mas meu quarto tem três malas abertas, tenho papelada para organizar, o mês novo começa amanhã e isso significa contas, banco, blergh. O bicho tá pegando no trabalho, blergh. Não parece que estou reclamando? Reparem não. Tá tudo certinho, a correria é inevitável, quero crer. É que eu faço assim: ao invés de estar ali arrumando as malas, estou aqui contando para vocês que as malas estão ali esperando por mim. Quem sabe elas se cansam de esperar e, ziip, arrumam-se sozinhas... não? Tudo bem. Entendi, já estou indo, não precisa gritar. Mas antes vou contar uma coisinha: ontem, ao invés de arrumar malas, eu fui ao cinema, rá! Fui ver Meia-noite em Paris, rá! E, claro, assim como todas as torcidas de todos os times juntas, gostei demais. E antes que alguém diga "também, tá indo pra...", aviso que não é só isso, quem viu sabe. O filme é uma graça, bem divertido e, uh, surreal. Claro que tem Paris liiiiiiinda de doer, mas tem também o humor do Woody Allen bem afiadinho, e um grupo de personagens de peso - juro. ;-) Inusitado é a palavra. Não deixem de conferir, se der. Bom, é verdade que tem o Owen Wilson, cuja cara sempre me deixa um pouco desconfortável - não sei ao certo o que é, mas ele não me parece uma pessoa de verdade. Sei lá, não me perguntem. De qualquer maneira, o Woody deve ser um bom diretor de atores, porque, olha, nem me incomodei com o fato de ter Owen na tela o tempo todo. Será que é porque tinha Paris ao fundo o tempo todo? Pode ser, mas a verdade é que não dava para perder o filme por não gostar de um ator: o elenco tem de Carla Bruni (!) a Kathy Bates, Marion Cotillard a Adrien Brody (impagável como Salvador Dalí - isso mesmo que você leu). Ou seja, você pode nem gostar dos atores, mas a mistura ficou divertida demais.

Enfim, vou lá, cuidar da vida. Nível de ansiedade, numa escala de 0 a 10? Hum... 18? Tá bom, equilibradinho.

;-)

5 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Oh, yes, Woody Allen ruim é bom, quando é bom, é ótimo e se tem Paris é clássico, #prontofalei.

Deise Luz disse...

Eu estava receosa com a presença do Owen Wilson. Tinha medo de olhar pra ele e só conseguir ver o Dupree, daquela comédia com a Kate Hudson. Bom, mas, no final das contas, bem que gostei dele como o Woody da vez.

E adoreeeeei o filme!

Boa viagem, Rita!

Beijos =)

Rogério disse...

Pensei que só eu achasse o Owen Wilson um andróide. Às vezes fico esperando ele falar "eu te amo, Dara". Mas Woody Allen parece que sabe o que faz. Ainda não vi o filme, e seus comentários aguçaram minha curiosidade.
Expectativa enorme, né? Tenham uma ótima viagem, bem divertida e proveitosa.
Até a volta (muitas fotos, por favor!).

Rita disse...

Sabia! Não sou a única que não vai muito com a cara do Owen. Ah, mas o filme é muito gracinha demais da conta, gente! (Né, Luz??)

beijos

Rita

Daniela disse...

Tu não tem idéia do muito-super-muito que eu estou aguardando esse filme. Só por Paris. Mas agora com todo o resto, estou mais ansiosa. Não vou ver nesse fim de semana porque no próximo vou ter companhia de alguém também apaixonado por Paris e aí vai ser mais gostoso. Vocês viajam que dia? Beijinhos.

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }