Sobras


Já contei aqui certa vez que houve um tempo em que eu mesma montava a decoração das festinhas infantis de meus filhos. Gosto de cortar, medir, colar, pintar. Os tempos são outros, ando com outras prioridades e tenho mantido minha caixa laranja, onde guardo os badulaques de artesanato, bem escondida na estante do escritório. Mas essa semana uma colega separou umas caixas de papelão para jogar fora lá no serviço, daquelas que vêm com várias resmas de papel, catei uma e trouxe para casa. Eu tinha visto no dia anterior um blog com dicas para reciclar caixas de papelão e usá-las para guardar brinquedos. Foi ver a caixa jogada e resolver brincar. Hoje reabri a caixa laranja e resolvi utilizar todas as sobras de adesivos e papéis de scrap que tinham sobrevivido às duas últimas festinhas que montei. Como eu só tinha pequenas sobras de temas diferentes, não tinha como fazer uma caixa monotemática, eu não teria só flores, só peixes ou só borboletas para decorar a caixa inteira. Então fiz um samba do crioulo doido. Forrei com papel seda, cobri com contact e apliquei adesivos que mereciam mais que o abandono e a escuridão do interior da caixa laranja. A Amanda adorou. Eu também, que passei boa parte da tarde de domingo sentada no tapete da sala relembrando o tempo em que me metia a decorar festinhas. Divertido. Assim que eu encontrar o tal blog com caixas lindinhas, volto aqui e ponho o link. Dei uma boa procurada agora, mas infelizmente não encontrei.


9 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Já que estou no clima de futebol: putz, joga em todas as posições!

Lindo, lindo!

Juliana disse...

tô mandando meu endereço pra entrega das encomendas! =p

Isa disse...

Ahhhh, amei, ficou lindo! Parabéns!

Lílian disse...

Oi, Rita!

Afff, tão atrasada, dias e dias sem passar por aqui. Hoje passei, li e tirei o atraso de (quase)tudo. Como não vai dar para comentar tudo o que li, deixo uma lembrancinha na caixinha: FOFA. Bem, eu tiraria o laço. Não é porque seja feio nem nada, mas tenho uma certa implicância com eles... Deve ser porque nunca deu para usar um bom biquíni de lacinho. Ou, talvez, Freud tenha melhor explicação! ;-)

Bju, flor. Saudades.

Caso me esqueçam disse...

ai, ficou linda! adoro esses trabalhinhos! quando eu era guria (ok, ate mesmo adulta), eu adorava pegar potinhos e decora-los com papel e adesivo. voce pode imaginar a desgraca que ficava, mas eu fui apromirando e hoje minha irma faz o mesmo. ela mostrou a capa da agenda dela que ela mesma enfeitou, ficou massa! colocou umas imagens vintage e tal... nao da um trabalhao, mas muda tudo!

O Universo dos Pensamentos disse...

Lindoooos, parabéns, bom dia

Somnia Carvalho disse...

sou apaixonada por caixas e esta esta lindissima!

Rogério disse...

Aqui em casa as coisa funcionam um pouco diferente: se rolar uma caixa de papelão, pegamos, desmontamos e fazemos uma pista para o Lucas brincar com suas centenas de carrinhos hot-wheels. Talento para decoração? Nenhum. Minha esposa é artista plástica, mas a paixão é aquarela. Papelão é para fórmula 1 mesmo.

Rita disse...

Ô, pessoas, que bom que vocês gostaram. A dita cuja agora tem em seu interior: uma bola, um garrafa plástica vermelha (não me perguntem), um cachorro de pano, um balão murcho, um coelho verde e uma embalagem cilíndrica não identificada. Ou seja, como é que eu vivi até hoje sem essa caixa, gente???

Beijos, amores.

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }