Tudo certo, já





Trânsito lento rende papo.

- Mãe, imagina o trabalhão que não teve a pessoa que construiu esses prédios todos aí...
- Ah, é, um montão de gente participa, filho. Sabe como começa? Com um desenho.
- É, né, senão a pessoa não sabe como vai ser o prédio!
- Isso mesmo. Quando você crescer, se quiser, pode estudar pra desenhar prédios tamb...
- Não, eu que não vou dar esse trabalhão pro povo. Quando crescer vou ser mecânico, vou trabalhar numa oficina.
- Ah, legal, então.

Ela entra na história:

- Mããããe, sabe o que vou ser cando crescer?
- O quê, minha linda?
- Médica!
- Uia, jura? Beleza, vai ajudar um montão de gente e..

Ele:

- Mudei de ideia! Quando crescer vou ser o assistente da Amanda!
- Ah, legal também.

Ela:

- Nã, nã, nã, mudei de ideia, vou ser pintora!
Eu: - Ah, que lindo! É muito legal, você pode fazer um montão de quadros!

Ele, ensinando a boba aqui:

- Não, mãe! Mudei de ideia de novo, vou ser mecânico mesmo e a Amanda vai pintar os carros que eu consertar! Né, Amanda?
- É! Vou pintar meu carro de vermelho!

Então tá combinado.

3 comentários:

Angela disse...

Ihihih que engracado Rita! Lindos de morrer.
Eu havia feito essa pergunta a Max um ano atras e ele respondeu que nao queria crescer! Fiz novamente ha duas semanas, pois era a semana dele na escola e tinhamos que fazer um painel. Ele falou que queria ser um surfista ou um zoo keeper. :)
Aqui na Casa da Comedia, estou documentando as coisinhas que os dois tem conversado. Essa semana o destaque ficou para as perguntas de Max sobre irmos para o Japao para ajuda-los with the clean up. Vou te mandar por email :)

Anônimo disse...

Ri um monte. Que figurinhas!

Abraços,

Nakereba

Rita disse...

Anginha, respondi o e-mail, não sem antes achar tudo fofo. :-)

Nakereba, por onde anda você, menino?? Bom "te ver".

Beijos

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }