Cocô e coincidências


Understanding life, by Amanda, 3, & Arthur, 5:

- Mano, sabia que o cocô é a comida?
- Como é que é?
- O cocô. É a comida!
- O cocô é a comida?! De quem??
- Da gente! A comida da gente é o cocôôô!
- Ah, a gente come e depois vira cocô, sei. É, é assim, Amanda.

***

Sabem aquelas pequenas coincidências que não significam muita coisa, não mudam nossa vida nem dariam um livro, mas fazem a gente pensar "olha!"? A de hoje foi assim: eu tinha lido o imperdível blog da Luci e, quando fui deixar meu comentário, vi que a Ana Duarte tinha comentado lá também. E como a Ana costumava comentar por aqui, mas anda sumida, olhei para o avatar dela e pensei: "olha a Ana, gente, ela anda sumida, faz tempo que não comenta lá no Estrada". Li todos os comentários por lá, das pessoas que "conheço" e das outras também, mas no da Ana eu me detive por aqueles segundos a mais, sabe, direcionando o pensamento para ela. E aí vejam quem foi a primeira pessoa a comentar no post de ontem. Tchan-ans! Não é assim algo impressionante, eu sei, mas, pô, por que essas coisas acontecem, né? Acho fofo.

Daí comentei com o Ulisses no trânsito, dando a maior valorizada ao evento: "amoooor, você não a-cre-di-ta na coincidência! Olha só: blá blá blá blá. Que coisa, né?", ao que ele respondeu: "água, Rita, pensa na água: água, áááágua, áááágua...". Quer dizer, vocês viram que eu tentei acreditar em algo maior, intrigante, mas o meu marido tirou todo o clima.

Mas, de novo, o que será isso, pessoas?

***

Minutos depois, chego em casa e... descubro que a água voltou no exato momento em que o carro-pipa tinha acabado de abastecer minha caixa d'água, o que foi ótimo porque eu tinha acordado com uma vontade danada de rasgar trezentos e sessenta reais. #not Certas coincidências não são fofas.

 

6 comentários:

Angela disse...

Ate quando o assunto eh coco esses pequenos sao uma delicia!
Essas coincidencias dao mesmo um gostinho bom na vida...
Que bom saber que tens agua de novo. Espero que nao haja uma proxima vez, mas se houver fala para o caminhoneiro-pipa :) vir em uma hora em que as criancas estejam em casa. Eh o que fazemos para encher a piscina (lembras que aqui temos poco artesanal?) e a noite do caminhao eh um mega evento ahahah.

Marcia disse...

Rita querida, que coisa essa falta d`agua.
Quando chegou veio em dobro, em?
;-)

Beijoca,
Marcia (ainda em BSB)
:-(

Ana Duarte disse...

Nossa que surpresa ao passar por aqui hoje! virei assunto kkkkkkk
Ai você nao vai imaginar a coincidência mesmo, estava ensaiando faz tempos pra perguntar se podia te escrever :-), te explico melhor no e-mail!
Vou escrever hoje Rita!
bjos e obrigada

O Divã Dellas disse...

É incrível a facilidade com que os homens pintam de petro e branco aquilo que a gente coloriu com todas as cores da aquarela...
Ôh Dom!!!
Ah... Em tempo: Pensamentos têm força de ação!

Abraço,

Cinthya

http://odivaadellas.blogspot.com

Borboletas nos Olhos disse...

Eu vim. Eu li. E, até, esbocei um sorriso. Você é muito, muito linda, amiga...
Bj.

Rita disse...

Anginha, o carro pipa aqui em casa não tem graça nenhuma. É só a evidência de que estou pagando muito caro por algo que deveria estar vindo da rua - porque a conta de água também é cara, né. Beijos.

Marcinha, você ainda me ama? Sou a PIOR amiga do mundo. Aff. Beijo. Vem embora, mulher.

Ana, still waiting. Bj.

O Divã Delas, sou obrigada, por uma questão de justiça, a dizer que meu marido colore minha via inteirinha... ai, que lindo! :-D
Beijos!

Borboleta, sua linda. Vem morar aqui. Bj.

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }