Esvoaçante



Tudo nela é intenso: seu blog é vermelho, sua risada é alta e sua presença se multiplica - mesmo, tente acompanhar e verá. Eu disse “seu blog?” Não, seus blogs. Ela tem um monte deles. Como pode uma pessoa ter um monte de blogs, minha nossa senhora dos blogs? Pois ela tem. Ela já leu (quase) tudo e talvez por isso, também, sua escrita seja aquela coisa tão rica. Mas esses são os detalhes.

Ela é linda, dá pra ver. Ela pega as palavras e espalha na mesa e sem usar farinha consegue moldar umas coisas que só vendo. E só quem é lindo faz isso. Vou chamar de alma, tá? Só quem tem a alma boa faz coisas assim.

Aí hoje, com licença, estou toda vaidosa porque ganhei um texto dela. E eu gostei tanto pelas razões óbvias - também - mas, principalmente, porque o texto, claro, é um mimo. E ela escolheu uma imagem adorável para se comunicar com o post que fiz ontem e foi um carinho tão bom. Ela é especialista em abraços à distância, essa borboleta. É bonito.

(Ela disse que cresci. Acho que é porque andei tentando voar e consigo iludi-la de vez em quando. Adorei. Mas, né, sou bem pequena.)

Mas não foi o primeiro. Houve outros carinhos blog(s) dela afora, mas o que vocês ainda desconhecem é a história do pacote. Vou contar:

Um dia ela pegou meu endereço. Tempos depois, meses depois, quando eu andava mergulhada lá no sem fim da tristeza, o carteiro veio e me entregou um pacote. Era um pacote de livros mandados por ela. Um pacote de livros infantis, escritos por alguém da vida dela - que ela atrai artistas, claro. Um, dois, três - eu nem acreditava - quatro... sete livros. Eu estava esperando ler todos para poder contar aqui, mas hoje não resisti, olhem aí:

Tesourinhos que a Borboleta enviou.

Eles moram na estante do Arthur que já leu uns dois ou três, junto comigo. O Arthur é assim, de vez em quando se posta em frente à estante, que fica ao pé de sua cama: joelhos no colchão, ou mesmo na própria estante, passeia, passeia e escolhe um. De vez em quando vem um que a Borboleta mandou. E fico olhando e vendo que tanta coisa boa que esse blog me traz e o quanto eu gosto de gente e o quanto amizade deixa a nossa vida cheia de cores.

Faz um tempinho, sou amiga de borboletas. Obrigada, menina.
 

12 comentários:

Angela disse...

Ja batemos esse papo: sobre a caixinha cheia de livros, as amizades boas encontradas nesse blog. Ja te falei, e agora repito em forma de comentario, que fiquei tao emocionada em ler o mar de carinho quando tanto precisasse, e de ouvir voce contar de tantos emails, mensagens e telefonemas dos andarilhos dessa Estrada. Plantas bem, que colheita farta! Estas tao bem acompanhada, nao eh brincadeira. E essa borboleta, voce falou e disse: "tente acompanhar e verá". Eu tentei, so como leitora no mundo virtual, e nao cheguei nem perto de conseguir! :D Beijao!
p.s.: Post Lindo o que ela escreveu em sua dedicacao!!

Borboletas nos Olhos disse...

Eu queria, muito e muito, fzer um belo comentário que transmitisse meu apreço pelo belo post e por você. Mas estou engasgada. Faz tempo que as borboletas te querem um bem enorme.

Clara Gurgel disse...

Rita, não é que essa "Borboleta" é mesmo danadinha? Menina, me apeguei tanto que agora não passo sem ela?! rsrsrs

Lílian disse...

Oi, cunhada!


Mais cedo deixei mensagem. Depois liguei, falei com Dudu e com a mãe, ela toda feliz corujando os dois filhotes. Disse que o Dudu a levou para comprar roupas e fazer unhas - ele falou "Dia de Becky Bloom"... rs.. acho que é isso. Enfim, dia bom.

Daí eu tive que ir lá na "borboleta", né? Porque esse tanto de livrinhos são mesmo a coisa mais linda e só alguém muuuuuito carinhoso é capaz de coisa assim.Vou até deixar comentário lá, porque também merece muuuuuuuuuuuuito!

Continue recebendo carinhos voadores. Tô mandando o meu daqui também (pelo menos enquanto tô de férias - tempo extra à tarde para ler seu blog).

Bjão para vc, Uli, Mãe, Dudu e miudinhos!

Rita disse...

Anginha, não falei? Pois então. Bj!

Borboleta, sua linda.

Clara, não é, não é, não é? :-)

Lilian, seu comentário lá foi uma fofice sem tamanho. Fofa, fofa, fofa, ora. :-D

Beijocas, lindonas. Adorocês.

Rita

Long Haired Lady disse...

e eu que sempre tive medo e corri delas?
mas essa é especial, como aquela rosa...

Danielle Martins disse...

Sou amiga da borbolegta há alguns anos, antes dos blogs e fico muito feliz com cada palavra dita. Ela é tudo isso e algo mais.

Lica disse...

Oi Rita,
Sou a irmã da blogboleta, e... bom, ela é legal, e escreve mais ou menos bem... Mas bem que vocês poderiam maneirar nos elogios né, afinal sou eu que tenho que aguentá-la todos os dias (irmãs, vizinhas e colegas de trabalho... argh!)

KKKKKKKK

Brincadeira, ela é linda mesmo e me orgulha muitíssimo. E fico felicíssima com as belas amizades que ela têm feito.

Bjs

Rita disse...

Long Haired Lady, você tem medo de borboletas? Não seriam as mariposas? Hein, hein? :-) Anyway, perdoada, tá? Tenho medo de grilos. Bj.

Dani, privilegiada, tudo bem? ;-)

Oi, Lica! Olha, se depender dos leitores do Borboleta nos Olhos, você está ferradinha da silva. Como não paparicar, me diz? ;-) Você tem muito do que se orgulhar mesmo. E, pelo jeito, ela é toda sortuda com a irmã simpatia aí do lado, né? Parabéns, meninas!

Beijocas, vocês.
Rita

regina disse...

Nao eh que ela eh um encanto mesmo! Eu so a conheco atravez do que deixa ver no FaceBook e seus Blogs,mas,precisa mais???????Parabens!

O Divã Dellas disse...

Estava eu no jardim e a Borboleta mencionou você. Corri para verificar.
Lindo Blog!
Beijo grande
Cinthya
http://odivaadellas.blogspot.com

Rita disse...

Regina, precisar não precisa, mas eu bem que gostaria. :-D Beijo!!

O Divã Dellas, obrigada pela visita, pessoas! Voltem, venham mais, fiquem por aí! Vou pintar no divã também! (Adoooro um divã, sacumé!)

Beijocas
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }