Um mês

 
Vovó Berna e Arthur, 2006.

Em uma de suas cartas, você assinou assim (em sua caligrafia inconfundível que eu reconheceria  a quilômetros):

"Bernadete, uma mãe feliz."

Adoro.
***

Eu a amo tanto e que bom que falei muitas vezes. Sou tão grata. Sinto tanta falta, teria tanto mais para falar. Teria, seria, queria, faria... meu mês foi uma sequência de dias conjugados em um tempo torto.

Esse amor que tenho aqui é feito de alguma coisa que não diminui, não encolhe, não se dobra. Há momentos em que me sinto tão cansada, desconfio que seja isso: carrego em meus ombros as palavras que não posso mais falar.

Domingo é dia 09. Um mês de silêncio, seu número de telefone nem existe mais. Hoje mostrei a uma amiga um copo que foi seu. Eu faço disso, mostro objetos que foram seus às pessoas, mas o que eu queria mesmo era que elas soubessem e percebessem que você era alguém que tentava fazer coisas boas e remendava um copo bonito quebrado porque achava que valia a pena. E agora eu queria saber a história desse copo, de onde veio, se você comprou ou ganhou. Porque houve outros copos quebrados que não foram remendados, mas eu nunca perguntei. Sei que esse é frágil e você conseguiu colar. Imagino se conseguirei fazer o mesmo em desafios maiores: olho o copo e visualizo suas mãos manuseando e colando meu coração.

Te amo para sempre.


13 comentários:

Jux disse...

"...visualizo suas mãos manuseando e colando meu coração"

que sorriso mais lindo ela tem!
sim, ela tem e sempre terá esse sorriso, que ali também brilha no sorriso do Artur, da Amanda e no seu, querida Ritinha...

Ela cuida com Amor do seu coração, todos os dias...

beijukka e abraço apertado, sempre

Mari Biddle disse...

Oi, Rita, passei para te deixar um abraço e um beijo.

Isa disse...

Deixei um recado lá no meu blog para você.
Obrigada por apresentar a taça de sua mãe. Fiquei muito honrada de ser escolhida para ver algo tão precioso para você.
Grande bj.

Nilma disse...

Sinta meu abraço apertado acalentando seu coração.Com carinho.

Borboletas nos Olhos disse...

Olha, Rita, mesmo no silêncio, escuta-se o seu amor. O meu abraço, meu colo, meu afeto...

PS. Sua mãe tinha uma expressão muito doce, que linda!

Mônica Suñer disse...

Rita, descobri você agora, infelizmente num momento doloroso. Mesmo sem conhecê-la, fiquei sensibilizada por suas palavras, sua dor. Desejo que seu coração se acalme, suas dor se transforme numa doce saudade. Sinta-se fortemente abraçada. Bj, Mônica

Fabi disse...

Nunca li uma filha falar da mãe com tanto amor.

HG disse...

Bom quando sabemos que não omitimos nosso amor, nosso afeto...
Beijo!

Rita disse...

Oi, Jux. Ela não andava sorrindo muito ultimamente, mas vou insistir nessas lembranças boas. Vou, sim. Bj.

Mari, obrigada, querida. Saudade de nossos tweets..

Isa, você me emocionou ontem, viu? Muito obrigada por valorizar algo tão especial pra mim. Um beijo grande.

Nilma, outro abraço pra você e seus meninos, cheio de saudades.

Luciana, obrigada, querida. Ela não é linda? :-)

Mônica, seja bem-vinda, fique à vontade. Muito obrigada por tanto carinho; espero não demorar para começar a explorar seu blog também. Beijo!

Fabi, querida, obrigada. Você precisava vê-la falando dos filhos... Beijo!

HG, não é verdade? É preciso dizer, sempre. Amo, amo, amo.

Beijos, pessoas, obrigada de novo...

Rita

lucieneteotonio disse...

Rita esta foto de tia Berna ta linda,
salvei no meu pc . beijo grande.

Rita disse...

Oi, Luciene, também gosto demais! Depois te mando muitas, quando digitalizar todas.

Beijos
Rita

Caso me esqueçam disse...

eu sabia que minha mae ia rir, mas eu escrevi um email pra ela perguntando qual era o apelido engraçado que ela tem ate hoje, desde a infância e que soh minha tia, a irma dela, chama. sempre tive curiosidade e deixava pra la. dai eu lembrei que, apesar de ser uma besteira, eu gostaria de saber e tinha oportunidade de faze-lo.

"culêitra". hehehehe

Rita disse...

Luci, pois é por aí: não deixar passar, né?

Bom demais vê-la passeando por aqui de novo. Beijinhos.
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }