Pesquise você também


Já que todo mundo faz sua própria pesquisa, eis a minha. A margem de erro é de 100%, para mais ou para menos, dependendo da lua: crescente, é para mais; minguante, para menos. Aqui estão os motivos que ouvi para votar no Serra, sempre de pessoas próximas, conhecidas, amigas ou colegas - todas as “entrevistas” (hi hi) foram feitas olho no olho, porque eu gosto de emoção (mentira, é porque gosto das pessoas mesmo):

- prefiro votar no diabo a votar no PT;
- não voto em terrorista;
- não gosto do Lula;
- é preciso alternar o governo (!);
- a Dilma não sabe nem falar;
- tanto faz, político é tudo igual, e eu não vou com a cara dela;
- o Brasil tá parado.

Análise qualitativa, isenta, detalhada e científica baseada no que eu acho: das pessoas que eu conheço que votam no Serra, com quem troquei uma ou duas palavras sobre as eleições nas últimas semanas, ninguém (há uma exceção, da qual falo já) vota no Serra porque acha que ele fará um bom governo ou porque gosta das propostas dele. Ninguém. Ou: entre as pessoas com quem conversei e que disseram votar no Serra, ninguém justifica seu voto por não aprovar alguma das medidas anunciadas pela Dilma. O país? Os empregos? As pessoas? , detalhe. O motivo mesmo é que "tanto faz" ou "mimimi terrorista".

A exceção é a pessoa que vota no Serra porque, segundo ela, o Brasil está parado. Mas aí como eu não sei de que Brasil ela está falando, não levo muito em consideração. Porque, né, menos. O menor índice de desemprego desde 2002 foi registrado (e divulgado bem baixinho) na semana passada. Ou seja. Está parado onde? Não entendi.

Seja como for, em todos os casos, a conversa morreu. Porque, sorry, contra esses “argumentos” não quero desperdiçar o meu latim. Se a pessoa realmente acredita, do fundo do coração, que o fato de a Dilma falar de forma truncada nos debates é motivo para votar no Serra - que, convenhamos, mente com desenvoltura invejável - não sou eu com meu papo chinfrim em torno da redução da miséria, da taxa de desemprego, do PIB, da soberania nacional, bla bla bla, que vou fazer a pessoa mudar de ideia. E, né, todo mundo vacinado, deixa assim. Eu também ando de saco cheio, cá pra nós. De qualquer maneira, agradeço aos pesquisados e às pesquisadas, sempre ressaltando, porque nunca é demais, que no meu coração os amigos continuam na categoria "amigos" e não na categoria "eleitores do Serra".

A “pesquisa” não foi registrada no TSE.

Essa é uma amostragem absolutamente irrelevante, insignificante e que não acrescenta nada sobre coisa nenhuma, porque inclui nela pouco mais de meia-dúzia de pessoas que eu conheço e o meu micromundo não revela muita coisa sobre o resto do planeta. Mas isso é coisa de blogueira, escrever o que dá na telha, reparem não.

Ah, e eu também acho que a Dilma não fala nada bem. Tipo assim, eu não votaria nela para oradora da turma. Nesse caso, eu votaria no Lula. ;-)

E como o Estrada Anil é o último lugar que você visita para saber das novidades, eis um vídeo fofo que todo mundo já viu. Se me passaram a informação correta, é aquele da galera da UNB. Se eu tivesse incluído essa turma na minha “pesquisa”, teria um monte de argumento bom de verdade pra votar no Serra, confiram. (Todos os estudantes que aparecem no vídeo estão lindos; como uma tia minha falou certa vez, com a "beleza da juventude”.) Mas se você não quer assistir nenhum vídeo e prefere ler um texto bom, sugiro o texto do Nunes, publicado no blog do Idelber. Tá bem bom mesmo.

***

E olha aí do que falávamos ontem: é só esperar pra ver. Tsc, tsc.

UPDATE: Li o texto recomendado pela leitora Sara, no post anterior, e preciso recomendar, claro. É dele, do Nicolelis.

8 comentários:

Liliane disse...

o comentário tinha ficado do tamanho do post, desisti... Tomara que Chauí esteja errada, e toda essa preocupação seja a toa... Chega logo domingo, para acabar essa aflição!

Anastasia disse...

Mas quando pergunto às pessoas, elas dizem as mesmas coisas. Será que aclasse média brasileira tem um dom natural para a não argumentação e o simplismo?

Angela disse...

Estou com o mesmo problema da Liliane. RITA, ESSE BLOG TA PEGANDO FOGO na gente menina!

Entao, achei interessante as acusacoes de terrorista. A palavra chave da moda nessa decada. Equivalente a "subversivo comunista" das decadas de 60 e 70. O mundo girou e algumas pessoas continuam no mesmo lugar, 50 anos depois. E nao so no Brasil, ja observei de perto.

O problema do portugues nao correto ou nao fluente hoje em dia me fascina. Um texto legal que li ha um tempo atras: http://sermutavel.blogspot.com/2010/04/o-preconceito-diario.html.
Ha 20 anos atras, pouco antes de nos conhecermos Rita, acredite se quiser, eu era uma mistura de dicionario e gramatica da lingua portuguesa ambulantes. Porem durante um ano no qual estive distante do Brasil e quase que completamente isolada da lingua portuguesa, meus valores se inverteram e senti o que achei ser a infinita superioridade da importancia da comunicacao, comparada com a importancia da "correctness" ou fluencia. Naquele ano e nos que se seguiram, "vazei" todo aquele conhecimento rapidamente, e dei lugar a outros conhecimentos que passaram a habitar esse limitado neuronios. E duas decadas depois ainda nao senti muito a falta.

E concordo com quem falou que o Brasil ta pra la de parado, mesmo. Tive a confirmacao ha umas semanas atras, quando meu vizinho, aqui no outro lado do continente, perguntou se eu estava torcendo pela vitoria da Dilma, apos 35% de crescimento economico (nao perguntei quais as fontes) do pais sob o mandato de Lula. 35% eh mesmo uma meleca, precisamos mudar esse estado de inercia.

Bolei de rir com o video, e o texto do Nunes, ceus o que eh isso??? O do Nicolelis vou ler amanha, assim como a ficha da subversiva-comunista-violenta-quebradora-da-paz-e-equilibrio-social. Obrigada!!

Beijao

Borboletas nos Olhos disse...

Linda Rita,
de onde você tira todo esse humor feito letras? Juro que sou uma pessoa de bem com a vida e vivo de dentes à mostra, mas a leveza dos seus textos é sempre envolvente e surpreendente. Enfim, após a repetitiva louvação, devo dizer que já realizei esta pesquisa com resultados parecidos, acrescidos de: ela vai obrigar as mulheres a fazer aborto, ela é incompetente/fantoche quem vai governar é o Lula (machismo? imagina!!), o PT vai promover a censura em todos os meios de comunicação e fechar a Globo (não vou nem te contar do meu suspiro desejoso nesse momento aqui). Assim, tenho certeza de que, se houver céu, eu garanti meu lugar lá, porque tem sido um exercício de paciência, ah, tem. Claro que isso não os afasta um centímetro do meu coração (inclusive tu acredita que fiz um contato/conhecido/potencial amigo debatendo no facebook? pois é, um eleitor do Serra, amigo de um amigo, começamos a comentar a postagem um do outro e, voilá, novo vínculo...as ironias deste mundo, my god!). E, dando continuidade à idéia, eu também não votaria na Dilma pra oradora da turma, mas pra organizadora do evento e membro da comissão de formatura, com certeza. Daí...

Dária disse...

Terrorista nem tanto, mas que Dilma será ditadora já ouvi até do meu pai rs

Outro dia fiz umas considerações em resposta a um "porque voto em Serra" de uma amiga. Compilei e pus aqui: http://menestrelinventa.wordpress.com/2010/10/26/171/

Tem uma série de argumentos do tipo "ensinar o povo a pescar" e "petistas são fanáticos", coisinhas de sempre.

(nota, o link é um esboço de blog que fiz há um tempo mas que ainda não consegui organizar e manter atualizado, de qualquer forma depois que enviei a resposta pus lá)

Dária disse...

Ahh, essa de que quem vai governar é Lula também está virando clássica. O lado bom é que minha mãe que antes tendia a Serra (minha família é direita mesmo) mudou pra Dilma depois de ouvir os homens da casa dizendo isso. Ficou revoltada e me ajudou a berrar que o discurso era por Dilma ser mulher! rss

Hum, várias universidades já fizeram vídeo depois daquele da UNB, aqui mesmo na UFRN foi feito um, por sinal organizado por pessoas do meu curso (direito), segue aí:
http://www.youtube.com/watch?v=VMYaW5Vbkyg

Rita disse...

Oi, Liliane. Fiquei curiosa para ver o comentário gigante. Eu também estou na torcida pela neurose da Chauí, hahaha. Já pensou que, de um jeito ou de outro, semana que vem tudo já vai ter passado? :-)

Anastasia, acho que muita gente tem preguiça do assunto. Não temos uma cultura forte de debate político. Não somos como outros povos que trazem a política para o dia a dia. Em tempos fora de campanha, só falamos de política para reclamar dos governantes quando algo nos atinge. Daí não sabemos mesmo discutir a coisa. Acho. Bj!

Anginha, adorei seu comentário todo entusiasmado. Manda torcida mesmo que o bicho tá forte. Olha o país parado: hoje conversamos com um corretor de imóveis daqui. Ele disse que a construtora para a qual ele trabalha precisou trazer de fora inúmeros trabalhadores da construção civil porque não havia em Floripa mão de obra disponível - por causa do Minha Casa Minha Vida. Há alguns condomínios sendo erguidos aqui em Floripa, são apartamentos populares, em prédios com dois elevadores, aptos com sacada e churrasqueira e tal. O subsídio do governo se aproxima de vinte mil reais (as unidades custam 90, + ou -) e são exclusivamente para quem ganha até no máximo dois mil e alguma coisa por mês (quanto menor seu salário, maior o subsídio do governo). E a galera consegue comprar porque a Caixa dá crédito e as prestações são razoáveis. Enfim. Das 512 unidades do condomínio que ele mencionou, 500 estão vendidas. Certamente quase todos os compradores são da nova classe média, que tá empregada porque a economia vai bem. Mas a Dilma não fala bem. Bj.

Luciana, o humor vem da falta de paciência de falar sério, hehehe. Ei, manda um abraço pro seu amigo serrista e fala que, se a Dilma ganhar, ele é bem vindo pra comemorar junto. (Mas admito que se o Serra ganhar, o máximo que vou conseguir e parabenizar o seu amigo - pode isso, Arnaldo?) Bj.

Dária, vou ver o blog e o vídeo, obrigada! Ensinar a pescar é ótimo, né? Diz a lenda que com comida na barriga, a pesca rende mais. Beijão!

Valeu, suas lindas.

Rita

Glória Maria Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }