Ondas

Oi?!

Pois é, vamos em frente. Democracia é isso, o que o povo quer, ou, pelo menos, o que acha que quer, né? O que sinto hoje é um misto de alegria pelo primeiro lugar da Dilma, decepção por não termos vencido já no primeiro turno, receio pelo rumo que as coisas podem tomar nas próximas semanas, preguiça de certas conversas, lamentos pelo melhor governo que nosso país já teve não bastar para convencer as pessoas da importância de se votar com o olhar voltado para a grande massa de brasileiros que dependem de boas políticas públicas (políticas públicas, todas. Tá?). E, também, claro, muita curiosidade em torno do voto dado à Marina (não falo do eleitor da Marina que votaria nela já se a eleição tivesse sido há semanas atrás, mas daquele da onda verde mesmo, que se convenceu na última hora de ela era a melhor opção para governar o Brasil agora). Repito as perguntas da Amanda: O que ela quer? Quais as propostas dela? Quem iria apoiá-la como governo? Quais seriam as alianças? E acrescento: o que a Marina manteria do Governo Lula e o que mudaria? E, mudando, em que suas propostas indicam que ela teria caminhos melhores e viáveis para os próximos anos do país? Fico curiosa. Algumas amigas me disseram que votaram na Marina porque o PT está no governo há muito tempo. Mas e agora? Votarão no Serra? Nossa, minha cabeça gira e não consigo entender a lógica de quem se cansa de um governo que melhorou a vida de tanta gente. Não, não, de novo, não estou falando dos bolsas-isso-e-aquilo. Estou falando de quem deixou de ser miserável e virou classe média. E aqui suspiro, porque sei da onda religiosa em torno de muitos dos votos dados à Marina agora. A Dilma que tem pacto com o Demônio, sabe. Sono, muito sono, vontade de dormir e acordar em Novembro.

Várias pessoas me disseram, de ontem para cá, que nem todos os votos da Marina migrarão para o Serra. Eu não sei de nada. Nossa, taí algo que o resultado de ontem me mostrou: não entendo a lógica dos votos. Ainda somos um país que faz do palhaço que ri de nossa cara o deputado mais votado - como vou ter certeza de que quem votou na Marina não votará no Serra? Não espero coerência de um eleitor que vota "na onda", de última hora, sem conhecer as propostas reais de seu candidato a presidente (de novo, isso não vale para todos os eleitores da Marina. Há quem entenda as propostas dela, deve haver). Não espero coerência de quem está se lixando para os avanços sociais do país nos últimos anos. Não espero coerência de quem acredita que vivemos uma ditadura. (!!) E, claro, não estou dizendo que coerente seria votar na Marina e depois na Dilma, já que não entendi direito o que a Marina queria; nos debates que acompanhei e nas declarações dela que li pela internet sempre fiquei com mais perguntas do que respostas. Tenho vários amigos queridos que votaram na Marina, quem sabe eles me explicam e me fazem ver algo que perdi. E tenho muito respeito pela história pessoal da Marina, é uma figura pública que admiro e acho que sua carreira política está só começando; ela mostrou força e carisma. Mas o voto nela, infelizmente, nesse momento, pôs em risco o projeto de um país que caminha pra frente. Porque agora, não tenham dúvida, a campanha do Serra vai fazer qualquer coisa para demonizar de vez a imagem da Dilma. E se o PSDB voltar ao governo federal, nunca vou esquecer de que foi com a mão santa da Marina e sua onda verde.


***

Pessoas, desculpem-me pelo tom amargo. Eu nem deveria estar triste, a eleição nem acabou, mas um pessimismo insistente me visitou hoje. Eu não sei o que dizer quando alguém diz que não vota na Dilma porque ela tem cara "de sapatão" e seu vice tem pacto com o demônio, porque fico imediatamente com pena da pessoa. Eu não sei o que dizer. Eu não sei fazer campanha, sorry.

***

Update: a internet vai pipocar de ótimos textos sobre as eleições nos próximos dias. Eu acabei de ler esse e gostei muito porque é uma amostra do bom debate político, com humor e sensatez, bem diferente do nível rasteiro que a gente vê de vez em quando na grande mídia. Destaco esse trechinho: "O voto na Marina é um voto de continuidade, com cobrança de ajustes de percurso – muitas das quais perfeitamente apropriadas. [Pelo jeito, ele deve ter entendido a Marina] Se Marina servir para impor uma derrota a Lula, estará claramente subvertendo o sentido do voto que recebeu. Se ela desse a vitória a Serra, quando o novo governo chamasse a legião de senadores do DEM desempregados para o ministério, ou desse a Agricultura para o Ronaldo Caiado, a marca Marina Silva seria ferida de morte. § Marina entende mais de política do que a gente, e é por isso que ela deu um couro em todo mundo e nós estamos aqui escrevendo blog." Hahahahahaha! Adorei. Recomendo o post todo, passem lá, não necessariamente para concordar, claro, mas para conversar. :-)


17 comentários:

deborahleao disse...

Ai, Rita, nem fala, acordei com um gosto amargo na boca, hoje. Um pessimismo danado. Uma certa decepção com gente conhecida, amiga, da família, que votou na Marina porque "não gosta" da Dilma. Porque ela é autoritária (e o Serra não é????). Porque ela não é religiosa (aham que o Serra é católico fervoroso...). Enfim, porque ela é uma mulher com poder, mulher fálica, e mulher não pode, né?

Vai ser um mês desgastante, combatendo as campanhas de difamação, os e-mails anônimos, as capas da Veja, as manchetes da Folha. Perguntando às pessoas o que é mesmo que piorou na vida delas no PT. E não desanimando, que agora nao é hora disso =)

Borboletas nos Olhos disse...

Meu lado Pollyana já está a postos, já colocou foto da Dilma no blog, já escreveu posts nos outros espaços em que tenho voz, já deu as caras no facebook e já estou de bandeira na mão. Mas doeu. Muito. Todas as suas perguntas (já estou até embaraçada com essa declaração sucessiva de afinidades)são as minhas. Estou confusa. Mesmo. Tenho orgulho do meu Nordeste, especialmente do Ceará que deu 66% pra Dilma. Não foi suficiente. Fico imaginando como deve ser para os Democratas (mal comparando) fazer campanha no Centro dos EUA. Contra o conservadorismo que argumento? Contra a demonização das propostas de igualdade de direitos, que argumento? Contra propostas vazias e discursos estéreis, que argumento? Respeito muito a Marina mas me entristece um certo tipo de voto que ela recebeu. Tipo: o PT estava forte demais. Cansa, viu. Isso já tá virando um post. Bjs, minha querida, eu também não sei fazer campanha, mas é o que resta, então lá vou eu...

Dária disse...

Acordei meio deprimida depois das eleições também hoje, mas acho que já estou entrando na "onda vermelha" - se eles tem a deles, também façamos a nossa.

Tava muito ligada na eleição estadual e acho que acabei esquecendo de martelar campanha pró-Dilma no ouvido dos meus amigos indecisos. E estes já vi que votaram em Marina. Então segundo turno: só ando de vermelho e só falo de Dilma em todo lugar rss

De qualquer forma o estado deu mais de 60% dos votos pra Dilma. Mas é um estado contraditório, que também elegeu o DEM pro governo no 1º turno, e manteve José Agripino bancando o "lider da oposição" no Senado então... paciência...

Final do mês quero comemorar, vou comemorar!

Palavras Vagabundas disse...

Rita,
a Marina vai mostrar quem é realmente agora, pois como você eu não entendi nada. Se apoiar o Serra, vai mostrar que a postura é "moderna" mas o coração é reacionário. Se apoiar a Dilma fica a pergunta então por que saiu do governo atirando prá todo lado?
Se ficar em cima do muro...
Ela não está na disputa mas os votos dela estão, portando temos que batalhar é junto aos eleitores dela.
ab
Jussara

Caso me esqueçam disse...

olha, soh nao estou mais preocupada com tudo isso porque a distancia amacia um pouco a coisa. eu nao tenho nenhum vizinho brasileiro pra conversar sobre o assunto. eu nao tou vendo ninguem de cara pintada, nao tou vendo os muros pintados com as marcas dos candidatos, nao vi os debates ao vivo etc. e, como pessimista politica que sou, nao me choquei tanto de nao termos levado essa de primeira. apesar de que tou leve achando que levaremos da segunda. nem penso o contrario sabe. o que eh bom, principalmente pra uma pessimista...

Liliane disse...

Essa ressaca eleitoral está difícil...
Me sinto como voce descreveu. Essa onda verde me deixou super pessimista e preocupada. O eleitor brasileiro pode ter começado a desconfiar da velha mídia mas, ainda é infelizmente, facilmente manipulado... Tomara que novembro seja mais vermelho!

beijos

Ashen Lady disse...

E a vergonha aqui em SP? Sei nem o que falar, não consigo nem mais argumentar contra todas essas bobagens que falam sobre a Dilma. Tô querendo dormir e só acordar em novembro também. Nunca sofri tanto num processo eleitoral.

Dária disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dária disse...

É, to achando uma eleição cansativa e desgastante pro meu emocional também, tenho um conhecido - amigo de amigos - que todo dia sai por ai discursando sobre a ditadura comunista que Dilma vai implantar (me senti num livro de história da 7ª série, porque até os dos ensino médio já eram mais críticos).

PV apoia Serra, mas PV não significa nada. Marina, que significa muito, acho mesmo que não apoiará ninguém... Ela sabe que teve o voto da parcela "não gosto de nenhum", então preferirá conservar tais votos pruma proxima eleição - acredito - do que jogá-los no espaço. Além disso não a imagino dizendo "vote 45" num palanque realmente.

Vamos ver.

Anônimo disse...

Ai, ai, tb tô cansadinha...
Mas, infelizmente, não podemos dormir não!!! Não podemos desanimar! Temos muitos "verdes" para ajudar a amadurecer!!
Força galera, com se diz lá na minha terra: "não tá morto quem peleia!" e a D. Dilma sabe muito bem o que significa isso.
Boa sorte para todos nós.
Sara

Borboletas nos Olhos disse...

Rita, gostei muito deste texto: http://www.cartamaior.com.br/templates/postMostrar.cfm?blog_id=1&post_id=557

E de um outro da mesma Carta Maior:
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=17025

Borboletas nos Olhos disse...

E tem mais esse:
http://www.casacinepoa.com.br/o-blog/jorge-furtado/dez-falsas-raz%C3%B5es-para-n%C3%A3o-votar-na-dilma

Tô ficando chata?

Rita disse...

Olá, pessoas!

Antes de responder os comentários de vocês, quero ENFATIZAR que respeito MUITO todo e qualquer voto, como não poderia deixar de ser. Respeito o voto, inclusive, de quem votou sem sequer pensar no assunto. Reli meu texto agora e fiquei me perguntando se não soei arrogante, sabe, sei lá, meio que menosprezando a escolha do outro. Ora, quem sou eu! Cada um vota como quer e os motivos de cada uma devem servir tanto quanto os meus. Outro ponto IMPORTANTE: pode parecer que eu disse que só eleitores da Marina falam aquelas coisas sobre a Dilma, mas não foi isso que eu quis dizer, porque não é isso que penso. Ficou claro? Espero que sim. Vamos lá.

Deborah, obrigada pelas visitas e comentário. Olha só, dizer que não gosta da Dilma pra mim tá tudo certo. Eu não gosto do Serra, né? Mas entendi o que você quis dizer, são os motivos para não gostar, né? Bom, as acusações infames vão seguir, não tenha dúvida. Vumbora, estômago forte! :-)

Luciana, bonitinha, não desanimemos. E não é que foi uma baita eleição para os partidos da coligação do governo? Foi bom demais, sim. E de segundo turno a gente entendeu, uai! Hoje estou mais otimista um pouco. Pra frente. Obrigada pelos links, botei um no seu blog também. Bj!

Dária, pensamento positivo, informação, diálogo sereno e bem fundamentado. Temos muito para mostrar em defesa da Dilma e contra o Serra. Com argumentos e a melhor das intenções. Mais do que isso, só votando e torcendo. Agora tô achando que a Marina vai pedir voto pro Serra, viu? Se prepare. Ela já sinalizou que vai com o PV...

Palavras, eu acho que a Marina vai com o Serra, que já tá todo posando de melhor amigo dela. O que disse no debate sobre Marina e Dilma serem bem parecidas já não serve mais... É esperar pra ver. Quero ver a Marina defendendo a era FHC, vai ser engraçado. Bj.

Luci, tomara que você esteja certa. Tomara mesmo.

Liliane, anima aí. Somos 47 milhões e mais alguns. Beijos.

Ashen, toca aqui. E aí tem gente que olha pra mim e fala "credo, pra que tudo isso?". Pois então, respondo o quê? Beijo!

Sara, bola pra frente. Conversar é importante. Eu sinto o mesmo desânimo hoje, mas sei que em poucos dias estaremos a mil. Pelo Brasil. Bj.

Valeu, pessoas. Bom demais choramingar junto (e olha que passamos pro segundo turno em primeiro lugar, hahahha). Tomara que no final do mês a gente possa estar com outros ânimos!

Beijos
Rita

HG disse...

Adorei o post, Rita... O desânimo também se abateu sobre mim...
Quanto à Marina... não sei quem ela é e nem o que quer! Mas iniciar negociação com o Serra, pra mim, é nojento!
Logo ela, que foi até pouco tempo, Ministra do Lula e "colega" de Dilma... É um disparate!
Mas temo também pela possibilidade de destruição do que já se construiu!

Juliana disse...

Oi, Rita!!

Confesso que o início do seu post me espantou um pouquinho. Pareceu um pouco arrogante pra mim, mas depois que vc veio comentar, ficou ok. Acho que vc escreveu no calor da decepção,né?

Ontem fiz um comentário gigante sobre o post, mas quando fui postar, deu erro. Não deu tempo de reescrever ainda, mas eu queria dizer que fiquei pensando bastante nesse seu post.
Depois, cometo direito novamente!

beijo

disse...

Oi Rita, concordo com a Juliana. Também fiquei assustada com o tom do post, principalmente vindo de vc, uma das pessoas mais sensatas da blogosfera!

As vezes tenho a impressao que muitas pessoas que votam pelo PT se comportam quase como fanaticos religiosos (olha, sei que vc nao é assim, mas muitos são). Porque "o PT é isso, o PT é aquilo. PT esta' sempre certo e a oposição é quem faz intriga. E' praticamente Deus no céu e Lula na terra." E petista de verdade não aceita que outros tenham uma opinião diferente da deles. Vou até te confessar uma coisa: tenho birra de petista assim! Conheço varios.

Acho que é preciso reconhecer o lado bom e ruim de cada candidato, pesquisar, ir atras das informações, analisar a experiencia do candidato, suas alianças, suas opinioes e votar com consciencia. E claro, não desmerecer o voto de ninguém (a nao ser quem votou no Tiririca, pelaamor!!!!), porque ainda bem que vivemos numa democracia.

Beijos,


PS: a mamãe esta' melhor?

Rita disse...

HG, a Marina deve ir com o Serra,sim, seguindo o partido. Paciência, o que se há de fazer? Acho que, se o Serra fosse eleito, a Marina seria a única pessoa a ser ministra do PT e do PSDB. Coerente, né? :-) Bom, sempre se pode mudar de lado, uai! Nossa, isso tá ficando cada vez mais confuso! hahahaha! Bj!

Juliana, minha flor!! Dé, minha querida! QUE BOM que vocês viram meu comentário, porque até eu acho que fui longe demais. Ora! O voto de quem quer que seja na Marina vale tanto quanto qualquer outro voto no Serra ou na Dilma. Vale a intenção de quem vota e eu seria louca se dissesse que todo mundo que vota na Dilma vota consciente, uai! Travesseiro faz bem, esfriar a cabeça é fundamental. Espero que o PT, aliados do governo, a própria Dilma e quem mais tiver interesse verdadeiro pelo bem do país e da democracia aprendam com o episódio. Mas eu continuo achando a postura da Marina uma incógnita, não a vejo como terceira opção porque não a vi apresentando opção alguma. Mas, de novo, essa sou eu e há, pelo menos, 20 mihões de pessoas que discordam de mim, ne? :-)

Respeito, sempre. Beijos e obrigada! (Deixa eu ir que estou no trabalho e o fax já acabou de passar)

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }