Contravenções no tapete



Olha, eu acho que a gente tem obrigação de denunciar quando se depara com algo errado, doa a quem doer. Não acho certo ficar escondendo o delito só para favorecer interesses próprios ou de terceiros que nos são próximos. Às vezes é difícil, sei, mas só assim podemos assumir uma postura verdadeiramente honesta diante de nossa própria consciência e dos outros que constituem o meio social que nos cerca. E isso ganha ainda mais importância em momentos históricos como o que vivemos atualmente.

Pois bem, dito isso, faço um esforço para superar meus primeiros impulsos em ocultar aquilo que está diante de meus olhos e, sem mais delongas, denuncio: a jogatina está correndo solta na minha casa. Minha sala virou um cassino. A situação está insustentável, o jantar atrasa, o lanche é engolido às pressas. Sai o dominó, entra o Labirinto; depois de vinte partidas de Labirinto, sucedem-se partidas infinitas de Perfil para, logo em seguida, com as cartas ainda espalhadas no tapete, vermos surgir o tabuleiro do Jogo da Vida montado e nos chamando para mais uma rodada de corridas rumo ao lucro fácil. Um desatino, minha gente. O que será dessas crianças, crescendo em ambiente tão competitivo onde toda e qualquer conversa gira em torno de termos como "minha vez!", "ei, essa peça é minha!", "droga, passo!", "paga vinte!" ou "bati!"?!

Sem falar nas acaloradas disputas do Imagem & Ação que nos fazem perder a noção do ridículo em mímicas patéticas, nas infinitas gozações quando um azarado despenca ladeira abaixo em Escadas e Escorregadores, ou no Detetive que nos deixa horas totalmente fora da realidade, cabisbaixos, concentrados em descobrir se quem comeu o bolo foi o Mr. Green ou a Sra. White. Uma evidente demonstração de desgoverno.

Sinto que estamos em um caminho sem volta; os primeiros resultados dessa ingerência já se anunciam: hoje a Amanda, 3 anos, venceu 5 (cinco) partidas de dominó e, enquanto colecionava vitórias incontestáveis, não satisfeita em se refestelar na onda de sorte, enchia a boca para cantarolar "enche a mão, enche a mão!" humilhando sem dó a infeliz vovó que não teve chances diante da pequena jogadora. Um horror. Mas antes que vocês se compadeçam da pobre senhora, saibam que essa mesma madame não dá chances aos oponentes no Perfil! Ela sabia que o primeiro namorado da Angélica tinha sido o César Filho!!! Quem, além da Angélica, sabe uma coisa dessas?

Esse mundo tá perdido. Quer dizer, sei que minhas partidas de Labirinto hoje à noite estavam: só deu Arthur, o danado. Mas deixa estar, amanhã hei de vencer um das vinte partidas. Amanhã terei mais sorte, terei, sim. (Acho que vou estudar umas estratégias diferentes enquanto eles dormem.)

Hã? Oi? Que é que tem? Acho normal, isso não é burlar!

...

É?


12 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Querida, vi e respondi seu comentário lá no borboletas...ah, um horror essa jogatina desenfreada mas, se é inevitável, recomendo o dominó mexicano e o sempre glorioso e divertido baralho. E grata pelos votos de melhora, tenho é que arrumar um jeito de melhorar a imunidade, nunca fui de adoecer com tanta frequencia...

Glória Maria Vieira disse...

Ai,Rita! AUSHAUHSUAHSUHASHAHS Uma gracinha seus babys super espertinhos.
Eu sendo você também passaria a estudar algumas estratagemas, ora! u.u UAHUSHAUHSUAHSHA Boa sorte então, tá?!
Um beijo, linda!

Patricia Scarpin disse...

Delícia de post, Rita! Amei! Posso jogar também? Adoro Detetive!

Ana Paula disse...

Rita,

Por favor, ajude uma das suas leitoras mais assíduas, porém silenciosas, que também é uma mãe desesperada querendo instituir toda essa jogatina pra dentro da própria casa:

Que jogos você recomenda pra iniciar um menino de 4 anos, que já se amarra em jogo da memória e dominó, mas está pronto pra alçar vôos mais altos?

De preferência alguma coisa que possa ser jogada apenas pela criança prodígio e sua pobre mãe...


Ana Paula
apfabretti.ana@gmail.com

Ana disse...

Meu Deus, e eu achei q era so na minha casa q rolavam esses jogos desvairados!
Adorei o post Rita, muitissimo bom!
Aqui os titulos sao em ingles mas a jogatina eh a mesma, contagem de pontos, revanches usando ate jogos diferentes (sabe como eh, tem uns mais novos q gostam de levar vantagem!).
Me diverti com seu post da mesma maneira q me divirto com os jogos aqui em casa. Passatempo saudavel que reune a familia toda.
O duro somos nos, mais velhos, tendo que bolar estrategias novas p/ tentar ganhar nao?! Aqui tbem eh assim! rs!
Ana

Rita disse...

Oi, Borboletante Luciana! Dominó mexicano? É diferente, é? Ai, Jesus, conheço não. E agora, como faz? Vou à caça. Beijocas!

Vem, Patricia! Detetive é tudo de bom, né? Mas o nosso é a versão Júnior, pelo menos por enquanto. Se bem que, do jeito que a coisa anda, menina, não demora e já estaremos jogando War! Noooossa, aí que eu quero ver! Beijos!

Querida Ana Paula! Obrigada pelas visitas, pelo comentário e pelo carinho. Supondo que seu filho ainda não sabe ler (acertei?), começaria com:

Lince,
Clue Jr (Detetive),
Adivinha Quem,
Escadas e Escorregadores ou Monopoly Jr.

São jogos que não dependem da leitura (o pouco que houver pode ser feito pelo adulto) e que divertem bem. Lince faz sucesso aqui em casa, mesmo depois de milhões de partidas. Escadas rendeu muita risada e o Clue Jr é bem bonitinho e cheio de “estratégias” que exercitam a concentração - parece bem difícil para eles no início, mas eles sempre nos surpreendem. O Arthur ficou fera em pouco tempo e joga de igual pra igual. Não dá pra bobear, ele ganha quase todas. Se ele já lê, aí são outros quinhentos: recomendo Perfil Jr. (se bem que Perfil demanda um pouco de conhecimento de mundo também; aqui retiramos as cartas que sabemos que não dão chances ao Arthur), Imagem & Ação e Jogo da Vida que existe em várias versões (o nosso é o do Bob Esponja - o tabuleiro é lindo, eles adoram!). E aí, ajudei? Depois me conta, tá?
Beijos,

Rita

Rita disse...

Oi, Ana, que legal que vocês também montam o cassino por aí! Hoje à noite já jogamos uma partideca de Labirinto e depois várias de Adivinha Quem, que eles resolveram relembrar hoje. O seu filhote já é maiorzinho, né? Então imagino que vocês já joguem outras coisas mais elaboradas ou as versões para crianças maiores de alguns jogos. Acho um barato, estou curtindo muuuito essa fase - e o bom é que ela tá só começando!

Beijo grande pra você, viu?

Rita

Rita disse...

Gloria, pulei você! E fiquei procurando: ué, cadê o comentário da Glória que eu tinha visto aqui? Achei. :-D Então, eu também não vejo nada demais em dar uma estudada por fora. Pra poder competir com a minha sogra também, né? Você saberia dizer quem cargas d'água tinha sido o primeiro namorado da Angélica?? Então!

Beijocas!
Rita

Angela disse...

Bolei de rir! Quando o inverno pegar aqui vamos ter que fazer o mesmo. Como o clima aqui eh desbalanceado passamos cada segundo dos meses de verao pulando e correndo la fora, nao tem tv, historias para dormir :O , nem jogos nem nada. Vou aproveitar tuas dicas de jogos tambem e ver no que vai dar! Beijao!

Caso me esqueçam disse...

hahaha ri muito com a descricao da jogatina. dava pra imaginar os charutos e os copos de whisky espalhados pela sala ;)

ai, como eh bom ter irmaos (nessas horas!) ;)

Ana disse...

Rita, meu filho tem 8 anos! Nos jogamos alguns outros jogos ja, mas todos os q vc mencionou ja passaram por aqui! (muitos chutes and ladders, guess who, clue jr).
Matheus gosta de Clue (nos tinhamos o clue Jr. mas ano passado fizemos upgrade p/ o "de verdade", rs!).
Agora os mais populares por aqui sao o Jogo da Vida, Yahtzee, Rumikub, Clue, Monopoly (q Matheus adooora), uno, Conect 4 - alias, esse Matheus sempre gostou e ele eh bom pra caramba no jogo, nao ha estrategia q me faca ganhar dele em conect 4, hehehe! Ai, e damas entao, eu perco todas dele, eh lamentavel!
Divertido demais, eu adoro board games!
Ana

Ps, vcs jogam UNO? Eh jogo de cartas, mas eh muito bacana! (olha eu sugerindo mais jogos e alimentando o vicio! hahaha!)
Esse a gente joga bastante quando vamos visitar a familia no Brasil, meus pais adoram jogar UNO com Matheus!

Rita disse...

Oi, Anginha! E vc acha que já não ando imaginando uma grande rodada de Labirinto, com todo mundo? Pode ser em qualquer tapete, no meu ou no seu. :-D Beijos!

Lucia, hahahahaha!!! Charutos e whisky, hahahahahahaa!!! Ai, ai. É suco de maracujá e rosquinha de coco, querida. Só. :-D

Ana, prestenção! Eu nunca (nunca) tinha ouvido falar em rumikub na vida. Aí vc escreveu aí. Beleza. Agora há pouco fui à loja de brinquedos comprar o presente da Amanda (3 anos!) e vi um guri com o pai comprando um... rumikub!!! MEU DEUS, o que é isso??? :-O Hehehe Achei uma graça a coincidência. Nem sei do que se trata, nunca tinha visto. Tbm não conheço o Yatzee. Vou ao google. Ah, o Arthur tem Connect 4. Ele ganha de mim, de vez em quando, mas ainda perde muito. Gosta bem. O Uno já foi febre de férias, quando o primo dele tava aqui. Não temos, mas ele gostou também. Boa dica, qualquer dia compro. E ainda não jogamos damas como Arthur, mas tá na hora, né? 12 de outubro vem aí. Beijão!!

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }