Alerta para post ausente

Daí que comentei com uma amiga que ontem tentamos assistir A Ilha do Medo, mas dormimos. Ela me chamou de herege, disse que era inconcebível dormir diante da dupla Scorsese/DiCaprio. Aí eu fiquei com vergonha, pedi desculpas e prometi me redimir. Então hoje não vou blogar, nem ler; vou ver, acordada, A Ilha do Medo. Porque, né, preciso salvar minha reputação e uma amizade importante. Volto amanhã com um post a menos e um filme a mais. Não se pode ter tudo, minha gente.
 
 

6 comentários:

Luz! disse...

minha irmã também dormiu no filme. e eu 'meio-dormi', mas botei a culpa no meu cansaço, porque pensei ser "inconcebível dormir diante da dupla Scorsese/DiCaprio". rs

Depois conta se gostou. Eu esperava mais!

beijos!

Borboletas nos Olhos disse...

Rita, reputação eu nem ligo muito, mas amizade é bem precioso. Bom filme pra você. E saudade minha de encontrar mais letrinhas por aqui. Tomara que apareçam amanhã. Bjs

Jux disse...

puxa... eu sou péssima-horrorosa pra assistir filmes no aconchego do lar: eu DURMO mesmo! Sorry Burton (que eu ADORO), perdões Almodovar (meus sais!): se a sessão cinema for no sofá, debaixo das cobertas... eu capoto!
ai ai ai, shame on me!!!

Beijukkas e conta depois sobre o filme! Até pode ter spoilers pq minha lista de filmes must-see tá beeeeem grande!

mais beijukkas!

Rita disse...

Oi, Luz!
Gostei, mas fiquei torcendo para me esquecer do filme depois que acabou. Minha reação é totalmente emotiva, por causa da tal cena do lago e é mais forte do que eu gostaria. Mas há muito mais no filme, claro, e achei muito bem cuidado. Gostei pra caramba, mesmo.

Oi, Luciana Borboleta. Obrigada, querida. O filme foi bom, apesar de bem triste. Recomendo, mesmo assim.

Oi, Jux, acrescenta esse na sua lista, sim. Vale a pena. Di Caprio, como sempre, muito bom; e ainda tem o Ruffalo, de quem também gosto muito. A trama é ótima, a fotografia é muito boa. Mas é um filme de sequências lentas, então assista à tarde, hehehe. Depois da soneca, claro. ;-)

Beijocas, pessoas!
Rita

Patricia Scarpin disse...

Rita, minha querida, só você mesma pra me fazer falar com o computador a uma hora destas - eu já estava indo pra cozinha, né? :D

Aproveito para comentar o post acima - aquela cena é fortíssima, minha irmã ficou comentando dela quando vimos o filme. DiCaprio é ALGO. E ele e tio Marty são perfeitos juntos. Aliás, tio Marty é craque em cenas fortes, que nos deixam sem dormir por dias, há várias em "Cabo do Medo", "Os Infiltrados" e "Os Bons Companheiros", pra citar só alguns. :)
Beijo, querida! E tá perdoada. ;)

Rita disse...

Oi, Patricia.
Nem me fale mais daquela cena. Varri de minha vida. Di Caprio arrebenta, sempre, ne? Estávamos comentando, Odisseus e eu, como ele tinha tudo para ser um playboyzinho de hollywood, mas, felizmente, seu grande talento o fez bem maior que isso, ne? Coisa boa.

Bj!
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }