Tem gente esperando



Não, não sou eu.

Hoje liguei para minha ex-professora de yoga. No ano passado ela me dava aulas particulares aqui em casa. E caiu de amores pela Amanda. Um dia falou:

- Ai, vejo a Amanda e até fico com vontade de ter filhos.

Em dezembro interrompemos as aulas por causa das férias. Quando voltei do Nordeste, liguei para retomar as aulas e ela me deu a notícia. Teríamos de dar um tempo, ela estava grávida e com muitos enjoos, precisando reduzir a carga de trabalho por alguns meses. Perdi a ótima professora, mas, claro, fiquei muito feliz. Hoje ela me contou que está na 37ª semana, preparando-se para um parto normal e cheia de energia. Fico imaginando como ela deve estar linda, ainda mais. E fico pensando no bebezinho que já vai nascer botando os pés nas costas e chorando baixinho oommmmm.

O que é que vocês tem a ver com isso? Sei não. Mas fico assim, boba, pensando no bebê que está no forninho, quase pronto para chegar e dar de cara com isso tudo que é o mundo. E não consigo deixar de pensar que ela, a minha professora linda, logo logo vai cair de amores muito mais do que desconfia. Porque é assim, a gente pensa que sabe. Mas não sabe. Não sabe.

Essa semana já me emocionei com a notícia de outra gravidez. Fico torcendo que esses bebês sejam todos feitos de pó de estrelas bem luminosas.

12 comentários:

Jux disse...

Ritinha...
e os pequenos no forninho... forninho feito de amor...

aqui no seu jardim virtual cabe ser repetitiva: é tão doce, tão gentil, cheio de ternura e suas palavras que generosamente partilham com tantas pessoas essa graciosa vida com teus tesourinhos... e assim, mais e mais crescem em mim essa vontade de também, uma dia, ter um bolinho a crescer amorosamente no forninho...

tanta ternura também conheci num blogue lindo, de uma portuguesa Rita também (não existe coincidência nesse mundo)... e ela e o marido travaram uma batalha longa para ter os baguinhos de arroz, e eis que ela tem quatro filhotes!

E são crianças tão doces, tão meigas e ela fala dos pequenos (Margarida, gêmeos Afonso e Mafalda e o pegueno Gonçalo - Guguinha) com tanto carinho, generosidade, e esse amor transbordante... e me vi assim, pensando pela primeira vez "puxa, seria bom viver esse milagre de vida, ver tanto amor assim crescer e ganhar sorriso e mãozinhas e olhos luminosos...)...

é, minha querida, sua doçura está a motivar e colorir sonhos debaixo desse manto de estrelas...

beijukka

Iara disse...

Nascimento de criança é uma vibe tão boa, né? Eu sempre abro um sorriso quando escuto que "o filh@ do fulan@ nasceu". Muitas vezes nem conheço a pessoa, mas fico comovida mesmo. Do povo do trabalho, o último a nascer foi o filho de um colega peruano, com cara de índio. E nasceu um bebezinho com cara quadrada e cabelo bem pretinho como o do pai. Apelidei imediatamente de "o pequeno Inca". Uma fofura!
Marido ganha (e eu por tabela) um sobrinho na época do Natal. E estamos animados porque ele já tem duas sobrinhas, mais ou menos da idade da Amanda. Então, além de ser bebezinho de novo na família, é o 1º menino.

Borboletas nos Olhos disse...

Minha little sister (30 aninhos e 3 de casada) está gravidíssima. Casa e almas em festa. O que o mundo tem a ver com isso? Nadinha, mas que eu tô me derretendo toda, isso estou (comentei seu comentário,m as fora dos três minutos, rsrrs). Bjs

Marcia disse...

Rita,
Saudades...Seus textos são uma delícia de ler... Sempre q tenho uma folguinha relaxo aqui no seu blog. E esse então...me encheu de inspiração! Estou criando coragem e me preparando psicológica e fisicamente pra viver essa grande experiência. Até lá, vou me deliciando com as mamães de sucesso como vc. que com suas experiências me estimulam a povoar o mundo. Brás Cubas que me perdoe mas não dá pra concordar com ele:"Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado da nossa miséria". Não dá messssssmo. Beijo grande!!!

Rita disse...

Jux, Iara, Borboleta, Marcinha (ooiiiii!!), queridas. O carinho de vocês é um troço que mexe comigo demais, fiquem sabendo, viu?

Jux, o post de hoje fala, também, a você. E como faço para achar as histórias da minha xará portuguesa?

Iara, não é? Eu fico visualizando o bebê lá dentro, a louca.

Borboleta, titia! Que bom!

Marciaaaaaaaaaaa! Oiê!! Saudades! O post de hoje é pra você, também, vai lá.

Beijocas!
Rita

Marcia disse...

Dear Rita, obrigada por todo carinho e pelas palavras doces e cheias de sincero afeto que você sempre me envia. Um grande beijo!

disse...

Depois que eu tive o meu, também fico toda boba quando fico sabendo de alguma amiga gravida.... mal sabem elas o tamanho do amor que o coração delas vai ser capaz de ter! Alias, é engraçado, pq as vezes me pego pensando se vai caber ainda mais amor nesse meu coração, que é loooooouco de amor pelo meu Rafael. Mas a duvida passa rapido. Tenho certeza que no momento que eu olhar pra carinha do irmao/irma dele vou cair de amores novamente.

Calma, ainda nao estou gravida! o Rafael acabou de completar 12 meses e vou esperar mais um pouquinho para o proximo.

Rita disse...

De, ri muito lendo seu comentário porque me lembrei de que eu tinha o mesmo receio que você. Antes da chegada da Amanda imaginava como seria minha relação com ela, já que ela, claro, não seria o Arthur. Mas já na gravidez soube que era um medinho desses que a gente inventa, sabe? Porque a mágica vem junto e aí, de novo, a gente já não se imagina sem. O que eu realmente não esperava foi a forma diferente como passei a enxergar o Arthur: de um dia pro outro foi como se ele tivesse crescido muuuuito! De repente meu bebê era um garoto grande! E a bebê da vez era ela. Delícia em dobro. E ó: dá metade do trabalho. A gente tem know-how e relaxa mais, afinal já sabemos que não vão morrer de soluço ou emagrecer 3 quilos porque perderam uma mamada. :-) Beijos!

Rita

Luciane Curitiba disse...

Oi Rita, encontrei na Revista Pais e Filhos o endereço deste site que calcula a probabilidade da cor dos olhos dos bebês, de acordo com a cor dos olhos dos pais e avós. No meu caso aconteceu uma raridade, menina. A probabilidade da Lelê ter olhos azuis era de 2,5%. E. . .bingo!!
Interessante para as futuras mamães. http://museum.thetech.org/ugenetics/eyeCalc/eyecalculator.html

Anônimo disse...

http://genericpillshq.com/#buy-viagra-online | [url=http://genericpillshq.com/#purchase-viagra]cheap viagra[/url] | cheap viagra

Anônimo disse...

However, by the mid-19th century, only a few trading outposts on North America's far northwestward peninsula remained. [url=http://www.michaelkorsehandbags.com]michael kors handbags[/url]
http://www.uggbootonlinesale.co.uk nkkrsqn wtgbojw [url=http://www.michaelkorshangbagsshop.com]michael kors jet set travel tote[/url] qfsbrur [url=http://www.uggssnowbootssale.com]uggs sale[/url] mvchbqs
znivgvu [url=http://www.beatsbydresoutletsa.com]beats by dre cheap[/url]

Anônimo disse...

This party will be fun for all nightclub goers. [url=http://www.michaelkorsehandbags.com]michael kors outlet[/url]
[url=http://www.uggbootonlinesale.co.uk]ugg outlet[/url] rgktdck vndarsm [url=http://www.michaelkorshangbagsshop.com]cheap michael kors wallets[/url] hoaitnb [url=http://www.uggssnowbootssale.com]uggs sale[/url] fheagmm
zddigni [url=http://www.beatsbydresoutletsa.com]dr dre[/url]

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }