Contando, ninguém acredita




Por causa da pressão alta da vovó, o cardápio do almoço de hoje tinha um magnífico... ensopado de chuchu. Eu nem olhei pro troço porque, né, vamos combinar. Mas a coisa foi para o prato do Arthur, cinco anos (o mesmo da rúcula), porque não precisamos transferir nossos preconceitos para as crianças, certo? Lá pelas tantas, com o papai preparando seu próprio prato, o Arthur perguntou sobre a novidade:

- Viu o chuchu, papai?
- (Em apuros) Eh... vi.
- Você já comeu?
- Eh... não gosto muito, filho.
- Come, papai! É deliciOSO!
- Ah... não, filho, obrigado.
- Ah, pai, experimenta! Só um pouquinho. Huummmm... (e passava a mão pela barriga)
- Ah, não, filho, não mesmo. Obrigado.
- Tá bom.

Fiquei muito feliz que a atenção do Arthur tenha se voltado para o pai, fiz cara de quem não estava ali e bati meu pratão cheio de coisas gostosas. O Arthur comeu tudo também, inclusive o ensopado de chuchu - é bem verdade que hoje não foi um daqueles dias mais fáceis; disse que estava sem fome e só comeu tudo mesmo depois que viu a sobremesa que iria perder. Mas também, como recriminá-lo? Tinha CHUCHU no prato dele!

Andamos, eu e Ulisses, com o maior peso na consciência. E amanhã todo mundo vai comer chuchu. Quer dizer, primeiro o Ulisses. Se sobrar, eu como na quarta. ;-)

Mas, diga aí, não parece ficção?

6 comentários:

Caso me esqueçam disse...

menina, aproveita! eu soh fui gostar de comer essas coisas depois dos 18. hoje em dia eu fecho os olhinhos de satisfacao comendo cebola crua. aos quatro eu fechava os olhinhos (cheios de lagrima) enquanto gritava NAAAAAAAAAAAO :D

Angela disse...

Eu sempre adorei chuchu, desde pequena. E maxixe tambem... Julia chupava limao ha cerca de seis meses atras, e agora come cebola crua e comidas picantes. Sorte nossa que ela ja sabe cuspir bem e ja pode usar pasta de dente fluoretada... :D

Tata disse...

hahaha.
aqui em casa são todas apaixonadas por chuchu! eu cozinho, deixo cozido, sem tempero nenhum, em cima da mesa, e elas vão pegando e comendo, na mão mesmo. até chiara já pegou gosto, é o maior barato. elas fazem festa no dia que tem chuchu... eu cozinho uns cinco, seis de cada vez!
=P

Borboletas nos Olhos disse...

Baby, meu filho me mata de vergonha desde novinho. Ele adora chá. De tudo. Pede chá de boldo pra merendar. E eu, que só tomo chá se estiver muuuiiitttooo doente e, mesmo assim, sob feroz protesto. Mas que parece ficção, ah, que delícia, parece.

Patricia Scarpin disse...

Rita, nesse instante desliguei o telefone, falava com o meu pai sobre o quão chato é chamar o meu irmão pra comer em casa pois ele não come nada, não gosta de nada, a comida não pode ter nenhum tempero, etc. Minha avó o criou assim e agora a gente agüenta. :)
Teu menino é meu ídolo, Rita! E vc tb.
xx

Rita disse...

Olha, aí, gente, foi só falar mal do chuchu e a torcida apareceu! Hehehe

Luci, fui chata assim também, só passei a comer bem depois que fui "pro mundo". :-)

Anginha, o Ulisses não se conforma com essa conversa de a Jujuba comer cebola CRUA. Para de torturar a menina, ó! :-D E tá explicado o Arthur gostar de chuchu: puxou à madrinha. ;-)

Tata, vou experimentar qualquer dia desses o momento chuchu. Vamos ver no que vai dar.. será que até eu vou entrar na onda? (Hoje escapei de novo, shhhh)

Borboleta, meu filhote faz cara feia pro LEITE CONDENSADO. Adora rúcula, claro. ;-)

Patricia, não me diga que seu irmão não gosta das maravilhas que você faz, porque não vou acreditar - ah, mas você gosta mesmo é de fazer doces, então ele deve se esbaldar, ne? Hum, aqui em casa o prato abandonado no almoço vira o lanche da tarde. Nas duas vezes que empreguei a "técnica", deu certo. Encara aí?
Beijos!

Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }