Agora aguenta


Vou ao quarto buscar um par de tênis. Pego o calçado, um par de meias e vou calçar no escritório, que fica ao lado. Enquanto calço, vou terminando de ler um artigo no computador. Arthur passa para o quarto dele e vê a luz do meu quarto acesa. E me vê no escritório. Desvia de seu rumo e põe a cabeça pra dentro do escritório:

- Mãe?
- Oi?
- A luz do seu quarto tá acesa.
- Ah, é. Já vou lá, filhote. Estou calçando o sapat...
- Mãe! Você tá gastando energia! Tem que apagar a luz, não tem?
... (cara de pata)

***

Nos bancos da frente do carro estavam papai e vovó. Sentei no banco de trás, entre as duas cadeirinhas dos pequenos.  Sentei não é bem o termo: eu me espremi ali. Papai já havia dado a partida há uns dois minutos e eu ainda ainda estava me preparando para passar por todo aquele contorcionismo para pôr o cinto de segurança, quando Arthur derrubou um carrinho no chão do carro. Imediatamente, num reflexo, me curvei e peguei o brinquedo para ele. Se ele agradeceu? Olha aí:

- Mããe!?? Você tá SEM cinto??
- ... (cara de pata)

***

Ulisses me pergunta se ainda tem queijo. Mastigando o último pedaço no meio do meu sanduíche, cheia de culpa, respondo:

- Chomp, chomp...acabou... chomp, chomp, chomp...

Arthur:

- MÃE! Não fala de boca cheia, né???
- ... (pata, pata)

***

Credo, gente! Num aguento isso não! Acho que vou me rebelar. :-/


8 comentários:

Caso me esqueçam disse...

hahahahahaha rita, como voce espera educar crianças dando tanto mal exemplo? hehehehehe mas que otimo! sinal de que ele escuta mesmo voces, hein! ;)

Lord Anderson disse...

heheheh. Me identifiquei muito.

Vivo ouvindo minhas cobranças sendo redirecionados a mim.

Borboletas nos Olhos disse...

o meu começou com três anos a questionar minha boa educação e não parou até hoje...como eu tenho o que consertar em mim!

Lord Anderson disse...

Pelo menos nos ajuda a manter a coerência.

Mas que ficamos com cara de pato, ficamos.

Luz! disse...

hahaha.

que fofo! quero logo ter filhinhos que regulem meu comportamento o tempo todo e me deixem com cara de pata.. hihi

Iara disse...

Eu comecei a ler e lembrei do meu irmão chamando a atenção da minha mãe quando ela falava de boca cheia. Essa é um clássico, né?

Rita disse...

Oi, pessoas.

É, galera, a minha vida não anda fácil. Pisando em ovos por aqui, pisando em ovos! Hehehe

Segredinho: adoro!

Lord Anderson, bem vindo!

E Luz, preciso contar: gente, deu no blog da Luz que ela quer ter 6 (SEIS) filhos!!!! Desculpa, querida, não resisti. ;-D

Beijocas de pata procês!

Rita

Lord Anderson disse...

Obrigado Rita.

Com mais post como estes vou aparecer outraz vezes.

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }