Inverno

O que vem depois

(Dia cinza, nuvens muitas, vento gelado. Camadas de roupas, chá de hortelã. Mãos duras, nariz entupido, tosse seca. Pequenos de pantufa, sofá quentinho, não quero sair. Preguiça do dia, falta de vontade, fome. Caneca de café entre as mãos, água morna na torneira, aquecedor. Não quero chuveiro, não quero suco, não quero calçada. Quero chocolate quente, abraço e DVD. Quero pensamentos bons, planos grandes e conversa boa para aquecer o tempo incerto que anda rondando minhas ideias. É que parece que vai chover, mas já mudei de assunto e nem estou mais falando do clima.)

P.S. Eu gosto de chuva.

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Eu gosto de chuva [2]. Ou, como canta a beethania: mas bonito pra mim é céu cinzento...

Caso me esqueçam disse...

e desse lado de ca...

sol, vento quente, boca seca, ventilador pra cah e pra lah 24h por dia. vontade de pular na piscina, de andar de blusinha. mas a gota de suor persiste na testa :/

Luz! disse...

eu gosto de chuva também!

e, olhe, estou me sentindo no paraíso, porque por aqui, pelos lados da bahia, está até fazendo um friozinho, o que é coisa bem rara, mesmo no inverno...

:)

Rita disse...

Borboleta, não é? Eu sou assim, esquisita: dia de chuva me alegra.

Luci, tô sabendo do calorão, menina! A Mila (em Londres) disse que não usava os ventiladores desde 2004! Uau, guenta aí. :-)

Luz, pois é, não fossem os desvarios do tempo que desarrumam a vida de tanta gente, inverno seria pra mim a estação mais gostosa.

Beijos!
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }