Colo



Daqui a algumas horas, minha sogra vai chegar para uma temporada em nossa casa. Vem trazendo seu coração bom, sua voz mansa, sua prosa boa. Vem dar colo para os meus filhos, bater papo depois do jantar, ver o jornal junto. Vem ficar de trololó com a Maria enquanto espera o almoço, fazer carinho no Roque, molhar as plantas. Vai contar um caso por dia, defender os netos e lavar a louça, aos brados de “eu adooooro lavar louça”. De vez em quando vai cochilar antes do jornal acabar, mas, antes de ir para a cama, vai sempre comer um pãozinho francês. Eu vou acompanhá-la, com um café fresquinho e as novidades do dia, curtindo sua presença e torcendo muito para que a sombra que andou rondando sua cabecinha esses dias dissipe-se de vez. Ela tem andado tristonha, de uma dessas tristezas que, de vez em quando, insistem em acinzentar os dias, mas boto fé que seu sol é mais.

Vamos fazer uns barulhos por aqui, de criança gargalhando e cachorro latindo, todo mundo falando alto e o telefone tocando, a TV ligada no desenho e a falação na cozinha, torcendo que isso a ajude a perceber que sua presença combina bem com cenários assim e que essa parece ser sua missão mais certa: fazer sorrisos, causar barulho. Vou começar trocando o nome, que “depressão” não combina com sua alma tão brilhante. Vou chamar de “banzo chato” e apostar que, seja lá do que isso for feito, não é páreo para suas forças.

Vem, querida, que o bolo tá no forno e no sábado vamos sair para comprar flores.

13 comentários:

Tina Lopes disse...

Mrs Dalloway, você. Beijoca, linda.

Juliana disse...

ai,ai!!

Angela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angela disse...

Hhmm que delicia de pessoa a D. Tereza... Depois dai podes pedir para ela vir passar uns dias aqui? :)

Com certeza a temporada ai vai fazer diferenca. Otima companhia e tambem nao ha nada melhor do que a energia de netinhos. Minha sogra teve um ano desses ha uns anos atras. Nao foi ao trabalho por uns meses, e a "terapia" foi vir aqui todos os dias ficar com Max quando iamos ao trabalho, na epoca ele estava com sete meses. Ate hoje ela fala que ele foi o seu anjo, cheio de luz naqueles meses cinzentos. :)

Beijo enorme para todos.

Marcia disse...

Eu tambem quero ser sua sogra e tambem vou ficar triste so para voce me tratar com bolo gostoso e cafe fresquinho...
Eta ciuminho besta.
Eu sei que seu coracao e grande o bastante para caber todos juntos.
Desejo que a temporada na sua casa cure a tristeza da sua simpatica sogra.
Beijos saudosos,
Marcia

Patricia Scarpin disse...

Você é um doce e ela tem sorte por tê-la como nora!
xx

Luciane Curitiba disse...

Eita coisa boa, visita da vovó!! Minha sogritcha é assim também, alma boa, coração gigante e fala mansa. Ahhh. . e protege os netos como uma leoa também, rsss. E que o "banzo chato" vá embora de vez, sai pra lá nuvem cinza, xôôô!! Bjocas em todos e uma especial na sogrinha!!

Borboletas nos Olhos disse...

Mãe e sogra são presentes. Eu tenho grande dificuldade de entender o mito da sogra jararaca, pois as que conheço (inclusive as que tive) são todas umas bênçãos. E, quando se tornam avós, que conforto! Que alegria! É, como cantam por aí, cuide bem do seu amor, seja quem for...(ps. fiquei na maior vontade do bolo, quem sabe um dia)

Caso me esqueçam disse...

rita, esse post eh tao tu! poderia estar entre um milhao de posts de outras pessoas e ainda seria facil saber que foi tu que o fez! hehehe muito fofo!

Caso me esqueçam disse...

ah, nao sei se tu recebe tambem os comentarios por email, mas escrevi nos ultimos posts, ja que fiquei longe dos blogs nesses ultimos dias =*

kaka disse...

Se ela quiser mais pode deixar ela aqui em jurerê, estamos precisando de ajuda!!!! hahahah
beijos kaka

Rita disse...

Oi, pessoas! Vontade de ter passado aqui ontem, mas não deu. A culpa é toda do Saramago.

Tina, linda é você que lê meu post e lembra da Woolf, hehehe. Beijos!

Juliana, :-)

Anginha, estamos em processo intensivo de "anime você a sua sogra". Os netinhos, no módulo anime a vovó, dão um banho: hoje dançamos A Galinha Pintadinha, todos. Vamos em frente, um dia de cada vez. Com otimismo e muita torcida. Bjinhos!

Marcinha, que saudades! Pode vir, eu faço bolo pra você e não precisa ficar triste. Beijo grande, linda.

Patricia, bonitinha, obrigada. Mas a sortuda aqui em casa sou eu, pode apostar. Bjs!

Luciane, obrigada, viu? Vou ler todos os recadinhos docinhos de vocês pra ela assim que ela melhorar um pouquinho. Bj!

Borboleta, o mito da sogra megera pra mim é só isso, um mito. O bolo? Chegue mais, sente aí. Bjs!

Luci, obrigada. E recebo, sim, os comentários por e-mail. Respondi todos, um por um. :-)

Kaka, vou falar pra ela.. Bj!

Gente, muito obrigada pelo carinho. Assim que ela estiver mais animadinha, vou mostrar os recadinhos de vocês pra ela. Valeu!

Beijocas,
Rita

Vivien Morgato : disse...

Quero uma nora assim.;0)
Tive uma amiga que tinha uma relação filial com a sogra. Acho isso delicado e bonito.
Como agora EU sou sogra...ai,ai....espero construir relações assim com as noras que virão....rs

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }