Presta atenção, Arthur


Simbad está em apuros! Ele e sua tripulação estão hipnotizados pelas mágicas sereias de Tártaro, criaturas do  mundo das águas que enfeitiçam os homens com seus cantos e encantos malignos, conduzindo-os à terrível sina do afogamento... Tchan tchan tchan tchan.... A destemida Marina, por ser mulher, passa incólume pelo canto traiçoeiro das sereias d'água e assume o timão do navio! Yes! Ela conduz a gigantesca embarcação pelas águas turbulentas do oceano de Tártaro e, com inigualável bravura, salva Simbad e vários outros tripulantes da morte certa e...

Do sofá, Arthur, do alto de seus quatro anos, com voz de desdém, declara:

- Mas mulher nem sabe dirigir barco...

No outro sofá, a voz me falta. 

No tapete, Odisseus salva:

- É claro que sabe, filho, olha aí!

E Marina segue salvando os palermas abobados por causa das sereias. Viu, Arthurzinho? 

5 comentários:

Angela disse...

Menina, aonde que esses meninos aprendem essas coisas??? Nesses ultimos seis meses, ja ouvi cada coisa do senhor Max (continuo conseguindo desfazer os mitos aprendidos). Comecou com um tal de "isso eh brinquedo de menina" passando por "eh rosa, de menina" e foi para o "but I don't want the girl" (se referindo a criatura femea de guerra nas estrelas que comprei propositalmente para ele nao achar que o universo eh so de androidbots e homens). Teve tambem o dia da hesitacao "it is for girls only mommy?????" quando as priminhas o convidaram para brincar de pintar unhas. Ate ai tudo mau, mas ficou pior... quando outro dia resolveu falar que era para eu dirigir so carros, de "meninas" e que eu nao podia dirigir caminhonetas, so Pete. Ah Max, eu dirigo. Isso eu dirigo, dirigo sim. Vamos ver???????
p.s.: o lado bom eh que esses momentos sao mais "surtos". Dias depois de cada um desses comentarios ele tava brincando com a casinha de Julia, escolheu a boia rosa para brincar no mar, brincou de bebes com as primas, totalmente esquecido dos (pre)conceitos aos quais foi exposto mundo a fora.

Rita disse...

Oi, Anginha. Nao preocupa nao, com a mae que o Max tem, ele com certeza vai perceber o poder da mulherada rapidinho.

Bjs
Rita

Barbara disse...

Tou comentando aqui porque so vi o post sobre Kensington agora. Quer dizer que vc esta indo pra la??? Que legal, foi o nosso primeiro bairro em Londres tambem! Ficamos la um ano e meio, morando no menor studio do mundo numa rua chamada Vicarage Gate, pertinho da Church Street.
Eu ia a pe pro mestrado, que era no Imperial College, passando por dentro do parque. Foi um ano muito legal.

Patricia Scarpin disse...

Rita, querida,
Não resisti e te mandei um email.
xx

Rita disse...

Oi, Barbara! Pois é, o bom de Kensington, entre outras coisas, é que é a mesma área da escola onde faremos curso. E tem os parques - estaremos coladinhos no Holland Park. Quando morei aí em outras eras, fiquei em Fulham - e foi ótimo também, morava do lado da escola. Agora vou curtir um pouquinho de outras bandas. :-) Nós somos ex-quase-futuras vizinhas-temporárias. Beijocas!

Patricia, fiquei toda fofa. E já te respondi, viu? Beijinho (gente, o blog da Patricia ganhou matéria no Portal da Band. Passem no blog dela para ver o link.)

Beijinhos,
Rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }