Lei de Murphy aplicada à fila do caixa de supermercados



Caixa do supermercado para mim, logo após eu descarregar meu carrinho na esteira dela:

- A senhora se importa em esperar uma troca de operador rapidinho?

Eu não me importo com a troca de operador, eu me importo por ela não ter me avisado antes de eu descarregar o carrinho. É pedir muito? Porque aí eu teria escolha, né? E agora, responder o quê? "Sim, importo-me, não saia daí"

Na boa, se fosse só hoje... mas eu juro por nossa senhora protetora dos blogueiros que toda vez que estou na fila do caixa alguma coisa que atrasa o progresso acontece: é hora de trocar operador; o cliente à minha frente resolve pagar boletos e carnês (alguns supermercados recolhem pagamento de contas diversas, sei lá como é isso); o cliente à minha frente descobre que o preço está diferente do que consta na prateleira e, claro, lá vai o moço do supermercado conferir láááááá na seção de frios; o cartão do cliente à minha frente não passa; o operador, com o crachá de "estou aprendendo", não conhece os códigos das frutas que o cliente à minha frente quer comprar; o cheque do cliente à minha frente precisa ser consultado; problemas não identificados acontecem com o atendimento ao cliente à minha frente que deixam todos - caixa, cliente à minha frente e eu - com cara de banzo. Nesses momentos, reviso internamente todos meus exercícios de paciência. Quando finalmente o cliente à minha frente vai embora, tudo se repete comigo. 

Portanto, se algum dia você estiver na minha casa e eu disser: "vou dar um pulinho rapidinho no supermercado e já volto", não acredite. Porque eu vou demorar. E se você se encontrar comigo na fila do caixa do supermercado, na boa, mude de fila.

5 comentários:

Livia Luzete disse...

Oi minha flor, desculpe me mas ri muito com seu post. Eu tenhoalgumas "leis de murphy" na minha vida também!..rsrsr
Beijo e bom fim de semana.
Livia

Nardele disse...

Rita, querida, ajuda se eu disser que não é só com você? Não, né? Então deixa. Mas ontem mesmo, nas Lojas Americanas, eu fui à seção shampoos, esmaltes e afins, passei horas na fila e quando finalmente cheguei ao caixa especial da seção beleza ele vira e diz: Você vai ter que pegar a fila geral pra passar a batatinha, porque não é da minha seção, tudo bem?

?!? Como assim, tudo bem? Claro que não, tudo mal! Eu tinha 3 esmaltes, um shampoo, um condicionador, e mais uns três trecos daquela seção e UM pacote de batatinha frita (que era o que eu mais queria quando entrei). O que eu fiz? Larguei tudo e saí, sem o menor rumo na vida. Chutando lata, arrasada.

Beijo!

Anônimo disse...

kkkk
Também não aconselho ninguém a ficar na mesma fila que eu, pois é só o operador (a) do caixa me ver que ele começa a trocar a bubina...
rsss
beijos

Angela disse...

Eu tambem tenho esse problema. E no dia, quer dizer, na noite que resolvi fazer compras de madrugada, coisa de mae lascada mesmo :). Deu bode atras de bode acreditas que depois de ter posto tudo ja na esteira o caixa falou que estava com problema e tive que por de volta no carrinho e de novo na outra? E que quando eu estava no caixa ao lado tudo na esteira pela segunda vez, o problema do primeiro se resolveu e ele atendeu um monte de gente enquanto eu estava empacada na outra? Foram 30 minutos de compras a jato e 30 minutos na fila do caixa. Ai se um dia pego o Murphy, esfolo.

Rita disse...

Oi, povo sofrido desse mundo cheio de supermercados! Será que ninguém vai tomar uma providência, né? Aff... bom, como hoje é dia de Oscar, lá vai: the oscar for worst luck in supermarkets ever (prêmio pela pior sorte em supermercados de todos os tempos) goes to..... ÂNGELA!!! Não tem condições, coitada. E de madrugada. AH, não, tome, anginha, pega o oscar.

Nardele, Rê, Livia e eu: não fiquemos tristes, nossas histórias são horríveis também (Livia ficou devendo detalhes, mas também concorreu, ta?).

bjs! :-)
rita

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }