Comemorando

O sexo frágil


Parabéns!


Você já pode sair à rua sozinha, em qualquer horário, sem ter medo de ser assediada ou violentada;

você é senhora de suas escolhas sexuais, assim como os homens, sem ser tachada de "fácil" ou "vagabunda";

você jamais será assediada em ônibus e vagões de metrô lotados;

você não precisa ser bonita e se vestir superbem para ser vista como profissional respeitada - tudo que importa é sua capacidade intelectual;

todos os homens já entenderam que os filhos são deles também e por isso não há mais litígios quanto ao pagamento de pensões alimentícias;

se você ficar grisalha, assim como com os homens, vai ser vista como charmosa, não como descuidada;

todos os homens já entenderam que se dirigir a uma mulher desconhecida na rua com termos como "gostosa" não é elogio.

E por aí vai.

* * *

Para ler e pensar:

texto da Marjorie (2009) - infelizmente, a Marjorie parou de blogar (pequeno adendo: de minha parte, retiro os palavrões para não dar um tom violento ao texto);
blog da Lud, todo dia (ela viajou, mas volta já)


__________________


Pequena atualização ortográfica: desculpas, língua portuguesa. Já corrigi. (Vocês viram? Não? Ufa! Sim? Foi mal.)

5 comentários:

Daniela disse...

A escolha da foto foi perfeita. Frágil who?

Rita disse...

Pois é. Mas o que eu quero mesmo é um mundo onde meu filho e minha filha tenham os mesmos pesos e as mesmas medidas.

Beijinhos
Rita

Angela disse...

Ironico como esses atos predadores e de brutalidade contra mulheres revelem a fragilidade emocional, fraqueza e falta de controle dos homens que os cometem. Fracos covardes. Homem que eh homem nao comete esses absurdos.
Sempre suspeitei que eu nao fazia parte de um sexo fragil. Ao ficar gravida pela primeira vez, e depois de virar mae, ai entao eh que o negocio pegou mesmo. Apesar de eu nao ser feminista (nem machista), nao tem condicoes... em geral, somos muito mais fortes. Rock solid.

Iara disse...

Nada a comemorar e muita a refletir e a batalhar por enquanto.

Rita disse...

Anginha e Iara, tudo bem? E acabou sendo um bom dia de boas leituras blogosfera afora.

Beijinhos...

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }