Do ziriguidum ao zzzzz....

 
Quem sabe em 2050? 
 
Houve um tempo em que a chegada do Carnaval significava fazer as malas (shorts, camisetas, tênis confiáveis), pegar a estrada, subir ladeiras, descer ladeiras, seguir o trio, seguir o bloco, perder a voz, dormir em colchões no chão, comer mal, beber bem. Em Salvador ainda havia uma história de ver a concentração dos trios no início de cada tarde e, na manhã da quarta-feira de cinzas, ver o encontro dos trios. Coisa de fanático, hoje me parece. Em Olinda, acrescento à lista: morrer de rir e dançar em janelas de casarões. Mais atraente.
 
Eu adorava Carnaval. Sempre foi minha festa favorita e vou sempre me lembrar dos meus três anos seguidos nas ladeiras soteropolitanas e dos inesquecíveis cinco dias em Olinda linda. Aqueles anos foram o auge dos meus carnavais. Houve outros, menos divertidos e bem mais contidos, mas Salvador e Olinda foram imbatíveis. Hoje, já velha (devo estar, leiam o que segue), prendo a respiração ao me lembrar dos perigos das ruas de Salvador, da violência que caminhava lado a lado com a folia... e também lembro sem saudades dos banhos tomados em Olinda: não havia água no bairro onde ficamos hospedados e tínhamos de caminhar um bom pedaço para entrar na fila de certo banheiro na parte baixa da cidade. Não me perguntem de quem era a casa, que esquema era aquele. Eu, hein.

Zzzzzuuuuuuuuummmmmmmmmmmmmmmm! (o tempo)
 
Hoje o Arthur foi fantasiado para a escola. Amanhã vou levar meus pequenos a uma festinha infantil à fantasia. Só.
 
Vou ler, nadar, dormir, brincar, cozinhar, namorar, ver filmes, telefonar, blogar (eu sei, ninguém vai ler). Sem trânsito, sem ficar surda, sem calos. Ainda faltou conhecer o carnaval do Rio, o de Veneza, o de Ouro Preto. Quem sabe depois que eu descansar um pouco mais, né? Quem sabe. Ainda não tenho muita coisa programada para a aposentadoria. Quem sabe um dia não desfilo na Unidos da Bengala?
 
Folia ou descanso, que seja bom.
 

14 comentários:

Vivien Morgato : disse...

Eu juro que tentei gostar...mas odeio...rs
Quando tenho grana, viajo, mas geralmente, nessa época, já gastei em janeiro tudo o que podia, então: vamos aos livros e filmes.
Pode blogar, porque eu vou ler....hahahahah

Rita disse...

Oba! Não estarei sozinha! Iupiii!! Até amanhã, querida!

Bjs,
Rita

Jarid Arraes Singh disse...

Eu sempre leio, então pelo menos a firangi cá vai estar presente na Estrada Anil =D

Eu nunca gostei de carnaval, sempre tive pânico. Primeiro porque minha família é evangélica e fui "evangélica" até meus 11 anos. Depois disso eu virei rocker girl e não queria saber dessas coisas, só de usar preto e fazer chifrinho com as mãos. Depois eu fiquei velha demais (eu disse que sou idosa) pra sair de casa, andar, correr, essas coisas... me sentia muito bem em casa, comendo, na internet, com os livros, os filmes e - no máximo - vendo os desfiles das escolas de samba pela televisão. Taí uma coisa que acho linda: os desfiles no sambódromo. Exceto a parte da nudez, acho realmente um trabalho magnífico e digno de mostrar com orgulho pra gringo ver.

Agora estou na Índia e vou perder até os desfiles na TV. Mas tudo bem, é o tipo de coisa que não faz diferença pra mim. Já o Natal... cara, que deprê. Natal é minha data favorita, tudo favorito, tudo lindo, entro no clima mesmo e aqui segui minha tradição de comprar uma agenda que nunca uso. Mas todos os anos ganho uma de Natal. =P

Já escrevi demais... ui.

Jarid Arraes Singh disse...

Claro que não poderia deixar de agradecer com todo meu coraçãozinho pelo comentário ontem, pelos parabéns e por tuas palavras, que são sempre as mais lindas!

Obrigada de verdade, Rita. Você transborda lirismo. Gosto de você mesmo.

Beijos!

dannah5 disse...

Ahhhh, eu nunca gostei do carnaval, eu era metaleira e me vestia de preto, imagina, carnaval e ziriguidum eram como agua benta é pra vampiro! hahaha Mas pequena eu gostava de cidade do interior dos blocos de rua, jogar serpentina, hj em dia eu curto o feriado e vou levar as meninas pra pularem carnaval no shopping pq la tem ar condicionado e segurança!! Nao sou maluca de sair com criança pequena desbravando o rio na cara dura nao!hee
Mas o dia que vier pra essas bandas, avisa pq ja esta marcada a bagunça das crianças!! hehe

Bom carnaval, aqui vamos ver muitos filmes e animes tbm! haha

beijocas

Rita disse...

Oi, Jarid!

Sabe que você faz aniversário no mesmo mês em que amigas especialíssimas minhas também fazem (você as "conhecerá" em posts ainda este mês)? Parece que fevereiro tem o bom hábito de trazer estrelinhas pra terra. Bom, muito bom. É mês de festa mesmo.
:-)
Ah, nunca foi metaleira, mas rock & roll´... siiiiiimmmm. Ainda trocaremos figurinhas musicais.
Bjs!

Dannah!! Pois é, menina, falando nessa coisa de criança e carnaval, acho que algumas pessoas são muuuuuuuuuuito corajosas, viu. Ou muito sem noção, sei lá. Cada um sabe o que faz, mas fico de cara como tem gente que leva crinça pra festa de adulto numa boa. Olha, acho esquisito. Mas.. cada um com seu cada qual, né não. Eu também não levo. Hoje vamos a um aniversário infantil e todos vamos fantasiados. Vai ser o dia mais radical do carnaval 2010. Tá valendo.

Beijocas!!
Rita

Sinara disse...

Rita,

Lembra do nosso carnaval-despedida, quando estávamos mudando para Floripa... Fomos pra Olinda e, na manhã de um dos dias de carnaval, dois carinhas bem legais passaram e viram a gente na janela. Daí, pararam, conversaram e prometeram que à noite voltariam para fazer uma serenata... O dia passou, subimos e descemos ladeira... À noite, nem nos lembrávamos mais das figuras e... ELES VOLTARAM!!!! Bêbados, caindo pelas tabelas, mas com a serenata ao som do Alceu Valença - Morena Tropicana, eu quero teu sabor... O "ai, ai, ai..." não saia, coitados! Trêbados!!!! rsrsrs
Bjs!

Angela disse...

Lembra do Boi atras do trio do Chiclete? Mas hoje mais cedo tambem me dei conta que sou folia aposentada. Eh que acho que pela primeira vez nao estou "roendo" (longe do Brasil) na epoca de carnaval. Apesar de que, algumas semanas atras quando estava ai, estavam tocando um CD de Chiclete ao vivo e a chama reacendeu. E ainda dou risadas quando lembro das presepadas tao criativas de Olinda, em especial do bloco da Rola Voadora. Bem que poderia estar agora assistindo as escolas de samba. Mas vou mesmo eh dormir, enquanto Pete assiste as Olimpiadas de inverno em Vancouver.
Enquanto isso na sala de justica... Simone esta la em Salvador, PODE??? Eu carnavalesca de nascenca aqui a ver navios e Si que nem disso gostava nesses ultimos anos ja foi a Olinda (com voce por sinal), desfilou em escola de samba no Rio, e agora isso. Como a vida da voltas nao eh?

Rita disse...

Si, guardo aquele carnaval de Olinda na lembrança como o evento em que mais ri na minha vida. Na boa, acho que nunca me diverti tanto.

Anginha, Simone em Salvador??? HEHEHE de longe, a maior surpresa desse carnaval. É isso, por isso que a vida é boa...

Beijos, meninas!

Nardele disse...

Ihh, cá estou eu também em Salvador (bem, eu moro aqui). E acreditem: não fui ver a cara do carnaval até agora. Tenho até amanhã! rs Mas não creio! Estou na maratona de filmes e livros. Ah, no sábado fui a um almoço de aniversário da minha tia, levei meu "Noites Brancas", Dostoiévsky, pra ler. No fim das contas eu estava me acabando, vendo o BBB no pay-per-view... é carnaval! hahaha

Beijo!

Rita disse...

Oi, Nardele... Dostoiévsky ou BBB... hum... domingo de carnaval.. hummm.. deixa eu ver... hehehehe...

bjs!

larissa disse...

Ahh, conheci esse ano o carnaval de Olinda, lindoo! Agora falta o de Salvador, do Rio...

Rita disse...

OI,Larissa!
Então estás solta no mundo?? Ê, coisa boa! Divertido demais por lá, né não? Nunca vi tanta criatividade no mesmo lugar. Lembro de um cara fantasiado de box de banheiro com chuveiro e tudo, um trio de Os 3 Mosquiteiros (com mosquiteiro mesmo, obviamente), muita coisa engraçada, eu não parava de rir, você pode imaginar...

Beijocas!
Rita

larissa disse...

hehehe
Não tô tão solta assim não, só passei um dia em Olinda mas pretendo voltar, muito lindo, muito engraçado. Aquilo tudo só tem lá mesmo, um lugar único.
bjo!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }