Para Arthur

 

 "Fóssil" produzido, quer dizer, escavado pela turminha do Arthur na escola.
 
Filhote, 
 
Chegaram as férias (oba!). Vamos guardar a mochila da escola, esconder os uniformes bem no fundo da gaveta, comprar milho de pipoca e filtro solar. Daqui a pouco vamos arrumar as malas para visitar as vovós e o vovô, os primos. Depois voltaremos para o verão de Floripa, nossas pedaladas e suas recém-aprendidas braçadas. 
 

Título do livro lido no final de semana.
 
Quando o ano letivo começar de novo, você vai viver outas aventuras e as letrinhas que você já começou a decifrar vão te revelar um mundo grande, infinito, cheinho de novas estradas. Talvez isso aconteça em uma escola diferente da que você já conhece, mas não há razão para medo: nós estaremos com você durante todo o percurso e temos certeza de que você vai continuar se divertindo e nos surpreendendo com suas sacadas iluminadas.
 
Mas hoje eu queria deixar registradinho algumas de suas últimas conquistas, mostrar a quem passar por aqui que você anda mandando muito bem. Nós quase nos engasgamos de tanta babação, mas acho que tem de ser assim mesmo, porque uma boa descoberta científica hoje em dia nos alegra, mas as suas descobertas nos alegram e emocionam. Não acho pouco que você agora, aos quatro anos, leia cada placa ou rótulo que encontra pela frente (pateta, festa, convite, ninho, pirata, escola, natação, pare, maizena) nem que cante I'm a sea star com sua linda pronúncia de bom aluno. Adoro perceber a evolução em seus desenhos - e olha como você escolhe bem as cores! - e ver você montando seus quebra-cabeças de cem peças "como quem já tem seis anos, nééé?".
 

Em junho.
  

Em outubro.
 
E você sabe que não precisaria fazer nada disso tão cedo, que não há cobranças ou marcação cerrada. Mas esse é você e queria registrar isso aqui para que, daqui a alguns anos, você possa relembrar um pouquinho desses seus passinhos muito importantes. Desejamos que que eles te conduzam muito longe, muito mesmo, e que, acima de tudo, você leve com você o que mais importa: um coração generoso e um olhar antenado voltado aos que compartilham a estrada com você.
 

Não troco por nenhum vaso chinês.
 

Os paleontólogos do Infantil IV.
 
Te amamos muito, grande pititico! Boas férias, garotada!
 
_________
 
Às professoras do Arthur neste ano, um beijo grande. Desejamos sucesso na linda carreira que vocês escolheram e um 2010 cheio de alunos espertos como esses que vocês tiveram em 2009! ;-)
 

4 comentários:

dannah5 disse...

Rita, corujar eh muito bom, ne?
Ate por mais que pareça piegas e pouco intelectual lamber a cria, eh muito importante. Sem nosso apoio e estimulo,o que seria de toda a criantividade e talento que transborda dessas crianças?
Eu aqui adoro ver a Amanda com seus quebra cabeças, ela ama de paixao, mais que bonecas, mais que brincar de cazinha, ela tem uma concentraçao q nunca tive e fico feliz com isso, dá prazer em ver boas escolhas vindo da parte deles.

Seu Artur eh muito talentoso e desenha super bem pra idade dele, a Amanda aqui eh mais arte moderna, os bonecos dela parecem esses monstrinhos de cultura pop quadrados!hehe Mas eu acho tudo o maximo, esses trabalhinhos mostram muita coisa deles. E esse vaso ficou lindo!!

Beijocas e parabens por sua galeria de arte de valor inestimável! :D

Anônimo disse...

Parabéns Arthur! Seus desenhos são lindos! Com certeza, galeria de arte de valor inestimável! Menino precoce esse! beijos,
Ju

Rita disse...

Oi, meninas!

Nossa, olha só há quantos dias vocês babaram minha cria e só agora agradeço... foi mal. Mas li no mesmo dia, tá??

Muuuuito obrigada! Ele é um fofo mesmo!
;-)
Bjs..

kaka disse...

Que maravilha! Crianças e suas construções deslunbrantes, dotadas de características individuais, ricas em detalhes que são desvendados somente por eles! Amoooo

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }