Presta atenção

ALERTA: o conteúdo deste post contém ocorrências de corujice explícita. Melhor visualizado por quem tem filhos.


Meu marido gripou. Minha pequenina gripou. Meu nariz não está lá muito bom. Tudo bem, tudo bem, gripe light, thanks. Seja como for, na tentativa de poupar do contágio o pequeno, de 4 anos, reforcei os cuidados com a higiene das mãos, bem na onda super-neura. E aí deu-se o seguinte diálogo, diante da pia do banheiro:

- É preciso lavar bem as mãos, meu amor, para não levarmos sujeirinha para dentro de nós.


- Não é sujeirinha, mãe. São os germes e as bactérias!



- Ah.... tá.

_________________________



Presta atenção, gente, são os germes. Aprendi. :-)


Eu avisei...

5 comentários:

Anônimo disse...

Ai, ai, que coisa mais fofa, esperta e inteligente!!!
A mamãe esquece que ele já tem 4 anos, QUATRO anos gente!!
Beijos,
Ju

Anônimo disse...

Consegui imaginar a cena. O fofinho do Arthur todo serio te explicando a ultima aula de ciencias.
:)
Amei.
Voce escreve bem demais e o seu filho e mesmo um principe.

Marcia

Anônimo disse...

Coruja que não dorme, coruja que "coruja" os filhos... Ô, odisséia de mãe... Ainda bem que o seu é um Ulisses, né, TUUUUUUUUUUDO a ver... :)))

Quanto aos germes e às bactérias... Esse molequinho é DEMAIS, né? Ainda bem que coruja também tem família, então tia coruja também vale! Só tô triste porque esses malvados invisíveis não vão deixar vocês virem me ver num dia tããããããããão especial.

Mas tem nada não: quanto maior a saudade, maior o abraço do reencontro.

Grande beijo, meus queridos!

Lílian.

Ana disse...

Que fofo!! Adorei o post!
Beijos!
Ana

Angela disse...

Rita, as coisas que essas criancas aprendem, sao mesmo de surpreender!!! Sabes no que estava pensando no outro dia? Que quando Arthur e Max se encontrarem da proxima vez, vao estar bem mais "perto de idade" do que nao ultima vez. E que Arthur vai falar portugues e talvez um pouco de ingles misturado (provavelmente nao fluente), Max vai falar ingles e um pouco de portugues misturado(provavelmente nao fluente), e os dois provavelmente vao entender quased tudo o que o outro esta dizendo. Nao eh fascinante?

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }