Londres virtual

Quer dar uma passadinha rápida por um monumento histórico da capital inglesa? Custo: zero reais. Não substitui uma visita in loco, certamente, mas, como eu disse, o custo é de zero reais. E você não precisa pegar avião. Nem gripe. Eu sei, eu sei, estou tentando controlar as neuras, juro. Foi mal. Mas, como eu ia dizendo, quer dar uma espiadela em Londres? Entre aqui: www.stpauls.co.uk/. A sugestão é a St. Paul’s Cathedral, que ostenta o segundo maior domo do mundo (atrás apenas do domo da Basílica de São Pedro, em Roma). A St. Paul’s Cathedral é uma fênix que foi praticamente destruída por um incêndio em 1666, mas, graças à abundância de recursos e à genialidade de arquitetos e artesãos, recebeu tratamento de maravilha do mundo. Foi reerguida com suas galerias e pórticos gigantescos, passeou por estilos que vão do medieval ao clássico, cobriu-se de mosaicos e afrescos, e resultou na obra máxima do arquiteto Cristopher Wren.
A foto antiga, tirada com uma velha Kodak capenga, não faz jus à modelo.
Há mil anos-luz, numa época em que eu perambulava por solos britânicos, meus caminhos se cruzaram com os de uma alma boa e sorridente que também passeava por lá. O encontro gerou uma amizade que conservo até hoje na prateleira das boas lembranças e, apesar do tamanhão do Oceano Atlântico, dos e-mails raros e dos telefonemas raríssimos, nutro por ela um carinho verdadeiro.

Durante meses frios e azuis (azuis, sim, não cinzas, ao contrário do que reza a lenda) Mila, a sorridente, foi parceira fiel em baladas memoráveis, caminhadas infinitas, metrôs lotados, cinemas de fins de tarde, escapadelas estratégicas pelo Canal da Mancha e muitos outros programas que sua presença tornou impagáveis.

Mila fincou suas raízes por lá, na companhia de um certo lord inglês. Reviravoltas e várias barrigas depois (lá está a Mila com seus dois inglesinhos e cá estou eu com meus dois brasileirinhos), Lady Mila me disse que agora trabalha na St. Paul’s Cathedral e me indicou o site que indico a vocês aqui. Em meio a um monte de informação sobre a catedral, o site oferece um tour virtual que dá uma colherinha de chá do deslumbre que sentimos quando arqueamos o pescoço e voltamos nossos olhos para o enorme domo. Permite também dar uma conferida no skyline de Londres, visto a 85 metros de altura. Uma delícia.

O site não nos permite brincar de ouvir sussurros na Whispering Gallery (Galeria dos Sussurros), mas ver a imagem da circunferência que forma a galeria já nos leva a admirar a magia da acústica que nos permite ouvir sussurros proferidos no extremo oposto de onde nos encontramos. É uma boa brincadeira, mas aí você tem de pegar o avião e comprar os ingressos.

Eu recomendo o passeio virtual. Acesse o site, vá para "visits & events", e, no menu da esquerda, selecione "take a virtual tour". As imagens são lindas, vale conferir.

Pode ser que sua cerimônia de casamento não seja lá (a da Lady Di foi); pode ser que você não seja enterrado lá (Sir. Christopher Wren está). Mas, whatever, a visita certamente vale por si só. Nem que seja para alimentar aquela vontade de ir lá de verdade, o que também é bom. Por fim, se resolver encarar o avião e o vírus, procure pela Mila. Ela é a atual responsável por organizar os grupos de turistas do mundo inteiro que visitam a St. Paul’s. Sugiro que vocês a explorem bastante, pedindo-lhe também um tour pelos pubs e parques londrinos. Afinal, para que servem os amigos? Pode ser, Mila?

2 comentários:

mila disse...

Dearest friend,
Ate me emocionei lembrando dos velhos tempos!!! Amei tudo o que vce disse, menos o que vce falou sobre nossos raros contatos... Not true!!!
bjs e estou a disposicao de quem quiser passar por la!!!
Mila

Rita disse...

Oi, querida Mila! Que bom te ver por aqui! Não me leve a mal! Se reclamo da frequência dos contatos é simplesmente porque gostaria que eles fossem diários, como eram durante nossas andanças de outrora!! Mas não tome como cobrança: eu mesma desapareço por semanas sem dar notícias, certo? Nossa rotina agora é outra, afinal. Bom, agora temos essa estrada para mais encontros. E ainda precisamos escrever um post sobre o Waxy O'Connors!
Beijos! Volte sempre!

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }