O manto dourado do rei

Ai, deus, tomara que dê tempo e que Ângela encontre os maracujás na promoção, a dois dólares cada um!
O preparo do rei, lembrando que a peça de salmão que costumamos comprar tem, em média, 1,2kg: esqueça a saga que é a vida do salmão e tempere sua majestade com alho e sal de modo a envolver toda a peça (lambrecar bem, sabe?). Aqui em casa usamos um bom tempero alho-e-sal pronto, mas nada impede que vocês usufruam do prazer que é descascar e amassar os dentinhos de alho, fiquem à vontade. :-)
Se possível, deixe-o repousar assim lambusado por uns, vá lá, trinta minutos. Acrescente cebolinha picadinha, alecrim, salsinha e estragão – se não tiver estragão em casa, vale a pena ir ao mercado comprar, porque seu sabor levemente adocicado realça o prato. Como vocês podem perceber pelas fotos, em nosso mercado está faltando estragão.

Envolva carinhosamente (carinho é tudo, gente) o salmão em uma folha de papel alumínio e: 1) leve à grelha por 15 minutos, sempre com a parte da pele voltada para baixo; ou 2) em uma travessa, leve-o ao forno, 200 oC, por 20 minutos. Dica: se optar pelo forno, coloque um pequeno recipiente com água em um cantinho do forno para evitar que o peixe resseque (funciona).

O manto do rei: em uma pequena panela, refogue bem dois dentes de alho em azeite de oliva bem quente. Em seguida, acrescente uma cebola ralada e refogue também. Acrescente o suco concentradíssimo de maracujá (dois maracujás bem grandes – Ângela, você tem seis dólares aí? - com dois dedinhos d’água) e siga mexendo. É chegado o momento caldeirão do bruxo: sal, cebolinha cortadinha, duas folhas de louro, estragão, salsinha, duas ou três colheres de chá de açúcar (dependendo da acidez da fruta; dê uma experimentada, se estiver muito ácido, acrescente a terceira colher de açúcar).

Cebola, cebola, cebola, huummm.


O manto quase pronto.
Deixe ferver por alguns minutos até que o molho dê uma leve encorpada. Desligue o fogo e acrescente uma caixinha de creme de leite. Mexa, sorria, e prepare a salada.

O acompanhamento perfeito é cenoura ralada. No último domingo, acrescentei morangos à cenoura e repetirei sempre que puder. O morango combinou perfeitamente com o peixe regado com o molho de maracujá. On your knees, please.
Aqui em casa, a visita também rala.

Sirva com o velho e bom arroz, preparado do seu jeitinho. O meu jeitinho é o Tio João semi-pronto ervas finas. É, eu sou bem acomodada mesmo. E, se quiser, abra aquele vinho reservado para uma ocasião especial, porque a realeza merece. Ao brindar, reverencie a odisséia desse peixe de carne nobre e vida de romance. E bom apetite.

3 comentários:

Angela disse...

OK, primeiro obstaculo ultrapassado: a receita so leva dois maracujas! (No outro dia quando os vi no mercado, pensei em fazer uma mousse de um livro bem famoso entre brazucas imigrantes, do Christopher Idone. O prob eh que leva 18 maracujas. Quando vi o preco, a mousse ia sair por quase U$60... ehhhr, nao, obrigada, not that important! Que venha o da Maguary...).
Entao, agora o proximo obstaculo eh ir ao mercado amanha, imediatamente depois da yoga, e torcer para o telefone nao tocar com o papai pedindo para eu voar para casa para acalmar Juju a doce ferinha (que quando quer mamar, aprende a gritar, e bem).
Teus dedos estao cruzados? Cruza ai!
Beijao e obrigadissima pela receita!!!

Anônimo disse...

Hummm, me deu água na boca... vc não pode colocar essas fotos maravilhosas assim, lembre-se que vc tem várias amigas grávidas que podem não saber cozinhar ou não acertar a receita e aí, a pobre criança pode nascer com cara de salmão?? bem, adorei a receita e vou experimentar, se não conseguir te aviso e vc me convida pra comer na sua casa, heheheh
Beijosss
Carol

Anônimo disse...

Menina, adoro salmão!
Incentivada pelo blog da minha amiga Rita aqui, um livro de receitas que minha irmã montou da internet, encadernou e presenteou, tenho feito algumas incursões a cozinha.
Semana passada, estava com meu maridão fazendo a feira do mês e resvolvi comprar salmão, falei que ia pedir a receita a minha sogra (ela faz um salmão com alcaparras e molho de maracujá delicioso), estava em promoção ainda por cima, eu adoro, mas nunca fiz... Porém, hoje vendo o post da minha amiga, em homenagem a ela e seu Ulisses vou fazer esta receita.
Como ja voltie a trabalhar agora só sábado.
A sua ficou boa Ângela?
beijos,
Ju

 
©A Estrada Anil - Todos os direitos reservados. Layout por { float: left; }